Devoção

Assunção de Nossa Senhora: data importante no Ano Litúrgico

Pe. Marcos Rogério, da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, fala sobre o tema.

A Assunção de Nossa Senhora foi o tema abordado no quadro Fique Por Dentro exibido no Programa Pai Eterno desta quarta-feira, 16. Quem falou sobre o assunto foi o pároco da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, Pe. Marcos Rogério. (Assista ao vídeo abaixo)

Jesus Cristo morre, ressuscita após três dias e ascende aos céus. Mas o que acontece após esses episódios? Pe. Marcos Rogério explica: “Da cruz, nós vemos que estava João junto com Maria. Naquele momento, Jesus a entrega como sua filha e João começa a cuidá-la como sua filha. Então, depois da morte de Jesus, Maria vai viver com João. E a tradição diz que eles foram a Éfesu, onde tem a casa de Nossa Senhora. E ela passa todo esse período ali com João durante um período, vivendo  essa experiência da graça”, afirmou.

A própria Palavra de Deus relata a presença de Maria entre os apóstolos nas aparições de Jesus após a ressurreição e ela estava entre eles também em Pentecostes. . “Maria era missionária. Ela não parava em nenhum momento, continuou sendo testemunha viva daquilo que seu filho havia realizado, dos milagres, das curas e do sentido mais concreto da presença de um Deus que estava ressuscitado”, ressaltou.

Veja também:

Segundo a tradição cristã, foi rodeada pelo discípulos, que Maria encontra a passagem para a morada eterna. E, de acordo com essa mesma tradição, Nossa Senhora não morre, mas dorme eternamente. Inclusive na Terra Santa é possível encontrar a Basílica da Dormição. “Como mãe, ela sobe aos céus. O filho a leva até os céus, tanto é que os anjos, até na Imagem, estão levando Nossa Senhora. Ela com os braços erguidos levando tudo aquilo que nós somos para o coração amoroso do Pai. Então, a tradição diz que Nossa Senhora, na verdade, teve a dormição, e ela sobre aos céus em corpo e alma”, ressaltou o padre.

A doutrina Assunção de Nossa Senhora foi definida dogmaticamente pelo papa Pio XII em 1º de novembro de 1950 e passou a integrar o calendário da Igreja como uma das solenidades do Ano Litúrgico.

Nossa Senhora sobre cheia de glória e esplendor para ficar ao lado de Deus e de seu filho Jesus nos céu. A Assunção de Nossa Senhora nos traz para a realidade da nossa humanidade. Maria, humana como cada um de nós, aceita o projeto do Pai Eterno e leva uma vida totalmente dedicada a Deus, aos irmãos e ao seu filho Jesus.

Maria foi filha, mãe, amiga e esposa. Sentiu a alegria, o medo, a tristeza e, o mais importante, nunca deixou de ter fé, de acreditar no Pai Eterno. Por isso, é exemplo de pessoa, de verdadeira cristã.

“Em Maria temos o significado na nossa vida a experiência da vitória que nós teremos. Acredito que olhar para a experiência de Nossa Senhora é saber que quando a gente vive uma experiência profunda, de Deus como Maria viveu, acolhendo tudo aquilo que o Pai fazia na sua história, nós somos agraciados. Então, vivendo o exemplo dela, nós também subiremos aos céus”, concluiu Pe. Marcos Rogério.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store