Vila São Cottolengo celebra Semana da Pessoa com Deficiência

Internos participaram de atividades como jogos, gincanas e dinâmicas com muita diversão.

A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência foi celebrada na semana passada. O objetivo foi debater com a sociedade os desafios que estas pessoas ainda enfrentam e as formas de melhorar a inclusão. A Vila São Cottolengo, em Trindade (GO), teve uma programação especial. O destaque foi do quadro Em Nome da Vida, exibido no Programa Pai Eterno desta terça-feira, 29. (Assista ao vídeo abaixo)

“A maior dificuldade que a gente percebe é que as pessoas veem a outa como pessoas diminuídas, sem possibilidades. E é justamente pelo contrário, são pessoas de grandes possibilidades, especialmente em amar. Então, a nossa maior dificuldade é as pessoas perceberem o outro como dádiva de Deus, e que podem, com certeza, nos trazer grandes qualidades”, explicou Mirian Khun, gerente multiprofissional da Vila São Cottolengo.

Na Vila São Cottolengo, instituição que é referência no cuidado com pessoas deficientes, teve uma programação especial para os pacientes que puderam se divertir e interagir com gincanas, danças e atividades esportivas. Os internos aprovaram. “Eu gosto de tudo. De esporte, gincana, das músicas, de trabalhar”, disse João Batista.

Veja também:

Os colaboradores da Vila se dedicam com muito carinho pelo bem-estar dos pacientes. Com o trabalho deles, os internos recebem além do tratamento, muita alegria e motivação. “Uma semana onde atuamos também junto com os funcionários, levando alegria, motivação para o trabalho e durante algumas outras atividades como Semana da Criança, a Romaria do Divino Pai Eterno, mas anualmente temos um cronograma que prestamos algumas atividades, além do nosso trabalho diário”, pontuou Geana Tomaz, fonoaudióloga da Vila.

Pela felicidade no olhar de cada paciente, é possível perceber que a inclusão e o carinho são os melhores remédios contra qualquer tipo de preconceito com a deficiência. “Não é uma limitação física ou intelectual que faz da pessoa menor. Pelo contrário, são pessoas extremamente com o coração enorme e nós precisamos estar atentas a elas, proporcionando uma maior qualidade de vida”, concluiu Mirian Khun.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store