Devoção

Sabedoria Milenar

A Bíblia é o livro sagrado que dá a direção e ensina sobre o imenso amor de Deus por Seus filhos e filhas.

Tradicionalmente, o mês de setembro é considerado o mês da Bíblia. Um período em que os católicos podem se aprofundar nas leituras, fazer estudos e meditar sobre a Palavra de Jesus. “A motivação é porque nós encerramos o mês celebrando um santo muito importante na Igreja: São Jerônimo, considerado pai da Igreja. Ele ocupou uma função muito importante como secretário do Papa e dedicou quase a vida inteira para traduzir a Bíblia. No Brasil, começou com a Arquidiocese de Belo Horizonte e depois foi tomando uma proporção a tal ponto que a CNBB orienta que, em setembro, toda a Igreja do Brasil celebre o Mês da Bíblia”, explica o Missionário Redentorista, João Paulo Santos.

A Bíblia contém 73 livros, ou seja, é como se fosse uma pequena biblioteca. Em cada livro está contido um momento da relação de Deus com Seus filhos e Suas criaturas. Para os católicos, o destaque são os quatro Evangelhos escritos por Marcos, Mateus, João e Lucas, apóstolos que conheceram e puderam aprender diretamente com Jesus o caminho para a salvação. Para o Pe. João Paulo, não é possível afirmar que há um livro mais importante que o outro. “A Bíblia cristã é constituída de 73 livros. Embora os Evangelhos sejam o ápice da revelação divina para nós, eles estão dentro desse conjunto todo do processo de revelação de Deus. Então, não dá para dizer que um livro é mais importante que outro” afirma.

Meditação da Palavra

A secretária Maklene Cardoso participa do grupo de oração Mãe do Perpétuo Socorro, no Santuário Basílica de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Goiânia (GO), e diz que, uma vez por semana, o grupo se reúne para rezar e estudar a Palavra do Pai. “Nós sempre temos um momento de pregação no qual podemos refletir sobre nossas atitudes e entender a vontade de Jesus na nossa vida”, destaca Maklene. Além disso, ela conta que todos os dias lê e medita sobre o Evangelho do dia e também incentiva os filhos a seguirem este caminho. “Por mais que os textos da Bíblia tenham sido escritos há muitos anos, ela ainda é muito atual para as situações que vivo diariamente. É uma Palavra que dá sabedoria”, afirma.

A fé é muito importante antes de fazer a leitura e também pedir a unção do Espírito Santo para conduzir este momento. “Devemos ler o texto, mas a partir de uma espiritualidade, porque são textos sagrados. Depois disso, é importante que a gente faça a transculturação, ou seja, para poder compreender bem, a gente precisa entender que o texto traz consigo uma cultura. Só que, ao mesmo tempo, esse texto vem para a minha cultura, minha realidade. Portanto, é o encontro dessas duas culturas. Não é um texto que conta a história do passado somente, mas um texto que ilumina o meu presente e me coloca em uma perspectiva de futuro. Então, este é o modo que nós deveríamos tomar os textos bíblicos quando nós os lemos” finaliza Pe. João Paulo.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS











Newsletter