Cecam atende comunidade carente de Trindade

O Centro Educacional e Capacitação de Apoio ao Menor desenvolve o lado humano, com oficinas, cursos e esporte.

O Centro Educacional e Capacitação de Apoio ao Menor (Cecam) é voltado para jovens, adultos e idosos. De acordo com coordenadora do centro social, Flaviara Irineu, a grande missão do Cecam é criar oficinas interativas para atender a comunidade. A coordenadora explica que todos os cursos e atividades oferecidos pelo Cecam não têm custo alguma para a comunidade.”Graças a Deus e à colaboração de diversos doadores, nós conseguimos abrir diversas oficinas”, disse.

Uma das modalidades de atividades que o Cecam oferece é o judô. O professor de judô do Cecam, Alan Demarcos, contou que o esporte é uma arte marcial que foi desenvolvida no Japão no ano de 1882 e que traz vários benefícios não só para o desenvolvimento físico, mas também em relação ao respeito e à disciplina. “Muitas mães só tem a agradecer porque depois que os filhos começaram a fazer judô, desenvolveu na escola, melhorou o comportamento em casa e a disciplina com o colega”, contou.

A diarista Elisabeth Neri Gouvêa afirma que estava fazendo tratamento para deixar de fumar e também para sair da depressão. Então, por indicação médica, ela começou a frequentar as aulas de judô. “Eu era muito explosiva. Hoje eu modifiquei 70%”, comentou.

“O judoca tem que ter postura, não pode ficar brincando. Tem que prestar atenção, para poder fazer os exercícios e conseguir passar de faixa”, disse Guilherme Augusto Alves Silva, de 12 anos, que é aluno de judô do Cecam.

O aposentado Paulo César Alves participa das aulas de hidroginástica e sente muita diferença no corpo: “Antes, por causa da minha coluna, quando eu me sentava tinha muita dificuldade para me levantar. Agora, melhorou bastante”.

A educadora social Isabela Hellen Brandão explica que as aulas de hidroginástica é composta por treinamentos localizados para todas as partes do corpo e também exercícios lúdicos, de relaxamento e para desconstração. “Temos ainda aulas ritmicas, com dança, para o aquecimento da aula”, acrescenta.

“A esperança nossa é que eles cresçam e, mesmo que não virem profissionais, se tornem pessoas do bem, que tem respeito, carinho pelo próximo. Aqui, nós trabalhamos isso com eles, instigamos eles a buscar o profissionalismo, mas também o lado humano, pois temos regras, temos limites. Assim, eles vão chegar na sociedade com mais capacidade para reagir em determinadas situações”, destacou Welson Melo de Oliveira, que é educador social e dá aulas de futsal no Cecam.

A estudante Amanda Vitória Alves de Souza afirmou que desde que entrou para o Cecam, teve grandes benefícios para sua vida: “Tira eu da rua, não me deixa pensar em fazer coisas erradas e também melhora minha saúde”.

Segundo a coordenadora Flaviana, o Cecam está sempre aberto a receber novos assistidos, fazendo um rodízio de inscrições e entradas para que possam atender o maior número possível de pessoas: “É igual coração de mãe. A gente se sente convocado a pensar em como é que nós vamos atender mais pessoas”.

Veja também:

“Não tem como agradecer. Só posso pedir muito a Deus que dê força a todos os funcionários de modo geral, pois todos prestam um serviço muito bom. E peço a Deus que continue porque está sendo muito bom para a comunidade, que realmente precisa disso, pois não tem muita renda, nem recursos para pagar. E aqui, ganha tudo de graça”, disse a aposentada Helena Estevam Araújo.

 

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store