Evangelização

123 anos da chegada dos Missionários Redentoristas em Goiás

Eles chegaram a Campininha das Flores, hoje Campinas, bairro de Goiânia (GO), onde tudo começou.

Foi em 12 de dezembro de 1894 que os Missionários Redentoristas chegaram a Goiás. Este assunto foi destaque no Programa Pai Eterno desta quarta-feira, 13 de dezembro.

Eles vieram da Alemanha e já são 123 anos da presença dos Redentoristas no coração do Brasil. O caminho foi longo, cerca de três meses de viagem, até o dia em que se instalaram em Campininha das Flores, hoje Campinas, bairro de Goiânia (GO), onde tudo começou.

“Aqui estava, e está até hoje, a Matriz de Campinas, a sede da paróquia que foi confiada à nossa congregação no ano de 1894. E daqui partiam os missionários para atender todo o sertão de Goiás e, especialmente, o Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO)”, explicou Ir. Diego Joaquim, Missionário Redentorista.

Uma das missões redentoristas era auxiliar nos trabalhos da Romaria do Divino Pai Eterno, na Capital da Fé de Goiás. “Dom Eduardo Duarte da Silva, bispo de Goiás na época, queria trazer o processo de cristianização da Romaria para a dinâmica pastoral da igreja em Goiás. Por isso, ele foi para a Europa para buscar missionários dispostos e animados que sonhavam com uma missão em terras estrangeiras”, disse Ir. Diego.

Depois do trabalho desenvolvido por eles, a Romaria começou a ganhar mais força e mais devotos. “Os missionários atuaram não somente na construção do antigo, atual e, agora, Novo Santuário, como na apresentação da mensagem espiritual da devoção ao Pai Eterno para todo o país”, afirmou Ir. Diego.

Parte da história da chegada dos redentoristas de Goiás se deu em capela que fica próxima a Igreja Matriz de Goiânia: a Igreja de São José. “Em meados de 1900, os redentoristas construíram um convento, sede de uma grande propriedade rural, de onde padres e irmãos tiravam o sustento para manter o convento”, contou o Missionário Redentorista.

Dessa obra, restou a capela que fica no caminho para Trindade. “Quem saía de Campininha e ia para Barro Preto, hoje Trindade, passava diante da capela, um local sagrado da nossa história e o edifício religioso mais antigo da região, hoje tombado como Patrimônio Histórico do Município de Goiânia e estado de Goiás”, ressaltou o religioso.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store