Evangelização

O corpo é o templo do Espírito Santo

vigário episcopal, Pe. Márcio do Almeida do Prado fala sobre o relação entre fé e saúde.

Ter fé é acreditar que as coisas vão melhorar e que o Pai Eterno pode tudo, até o impossível. Mas é preciso também cuidar do templo do Espírito Santo que abriga a nossa alma neste mundo, o nosso corpo. Por isso, é muito importante cuidar da saúde e, pela fé, acreditar que fazendo a nossa parte, o Pai Eterno pode cuidar ainda melhor de cada um de nós. Este foi o tema da entrevista exibida no Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 15, com o vigário episcopal, Pe. Márcio do Almeida do Prado. (Assista ao vídeo abaixo)

Talíta Carvalho: É possível relacionar saúde e fé?

Pe. Márcio de Almeida: Sim, na medida em que nós, pela nossa fé, olhando para Jesus, que entra na sua vida pública, fazendo essa assistência aos enfermos e doentes, os primeiros destinatários da mensagem de salvação. Portanto, são tocados por Jesus e a fé do povo alcança os benefícios da saúde.

Talíta Carvalho: De que forma a Pastoral da Saúde tem ajudado a comunidade cristã?

Pe. Márcio de Almeida: A comunidade cristã tem recebido um grande dom, através da Pastoral da Saúde, porque ela é um espaço onde se formam os agentes, onde se reflete os vários aspectos que envolvem a saúde e ao mesmo tempo dá a eles os suportes para aqueles que uma vez enviados possam levar também os mesmos sinais que acompanharam os discípulos de Jesus e acompanham os novos discípulos de Deus.

Talíta Carvalho: Qual a importância da fé no processo de cura?

Pe. Márcio de Almeida: A fé é importante neste processo na medida em que ela favorece um reestabelecimento e reintegração da pessoa como um todo. A pessoa é vista por Jesus na cultura judaica, como uma só, e essa integralidade da pessoa vem também do aspecto da fé.

Talíta Carvalho: Qual mensagem o senhor deixa para as pessoas que estão passando por problemas de saúde?

Pe. Márcio de Almeida: Cada pessoa que passa por alguma dificuldade de saúde, encontra com seus próprios limites. Isso pode ser também salutar para a pessoa na medida em que ela agrega sobre si as mãos de muitas outras pessoas, seja dos parentes, das pessoas mais próximas, dos cuidadores, dos próprios agentes da pastoral, e ela tem, portanto, um grande dom, pois ela se torna a Igreja padecente, a Igreja que completa o sofrimento de Cristo neste mundo.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno