Evangelização

Coro Litúrgico Santíssima Trindade une vozes em louvor ao Pai

O regente Siralberto Francisco Pontes é apaixonado pelo que faz e explica como é a formação do coro.

O Programa Pai Eterno desta sexta-feira, 19, destacou o Coro Litúrgico Santíssima Trindade. Várias vozes e um só propósito: louvor a Deus através da música.  O regente Siralberto Francisco Pontes é apaixonado pelo que faz e explicou como é a formação do coro. (Assista ao vídeo abaixo)

“Meus avós eram fazendeiros e eles tinham o costume de vir frequentemente a Trindade, não só nos dias da Festa, mas também quando tinha alguma colheita. Eles vinham sempre trazer os frutos da colheita para ofertar à igreja. Eu sempre vinha acompanhando isso e era um tempo muito difícil, pois era de carroça, demorava e isso foi mexendo comigo”, afirmou o regente.

Wanderson de Freitas Morais é tenor e sai de Goiânia (GO) uma vez por semana para os ensaios. Está no grupo desde o início e, pela graça que recebeu, não pretende parar. “É muito importante, bonito, cantar para o Pai Eterno”, disse.

Veja também:

E quis o destino que o regente voltasse para comandar essas pessoas, e através de treinos e correções chegassem próximo do melhor possível. Os interessados são selecionados pela voz. “Quando nós formamos o coro, nós divulgamos nos meios, nas redes sociais da Rede Pai Eterno e é feita uma classificação. Todo coro é dividido basicamente em quatro tipos de vozes, tem as vozes soprano, que são as agudas femininas e temos o contralto, que é o grave feminino. Depois temos a vozes dos meninos, do tenor é a mais aguda entre os homens; e depois temos a voz dos baixos, que são as graves”, pontuou Siralberto.

Segundo o regente, a seleção é feita de acordo com o tipo de cada voz. “Se a pessoa se encaixa na voz aguda, e é masculina ela vai cantar como tenor e assim por diante”, comentou.

O coral dá um charme especial para as celebrações. Com eles, a missa fica ainda mais bonita, mas no final de tudo eles são os que mais recebem algo em troca. “Eu me sinto muito bem quando eu canto, falo com Deus duas, três, vezes. Eu me realizo cantando”, comentou Maria de Fátima da Silva Rodrigues.

A colega Maria Dantas, se sente agradecida ao Pai. “Todos os dias, domingos, eu olho e agradeço ao Divino Pai Eterno . Depois do coral já aconteceram várias graças comigo”, disse.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store