Devoção

“Se não fosse por Ele, eu não tinha força para viver”, relata devota

Dona Evarista pediu e recebeu do Divino Pai Eterno a cura de um câncer de útero.

Muitas vezes esperamos muito por algo em nossas vidas, mas nos esquecemos que, com o Pai Eterno, tudo se torna mais fácil. Acreditar que Ele está sempre ao nosso lado, sempre olhando e querendo o melhor para cada um de nós, é o combustível para todo aquele que tem fé no coração. Evarista Maria de Mendonça Silva é um exemplo disso.

Em seu quarto, ela tem um cantinho todo especial, onde ela costuma rezar o terço todos os dias. A fé no Divino Pai Eterno também se renova através da Santa Missa e das Novenas que ela acompanha pela televisão. “Sem assistir a Novena, eu nem me levanto da cama. Eu sou devota do Divino Pai Eterno e me sinto bem assim. É graças a Ele que eu estou de pé”, destacou a devota.

A família é grande. São 4 filhos, 9 netos e 2 bisnetos. A Dona Evarista passou para eles tudo o que aprendeu um dia: “A gente morava no interior e a mamãe vinha para Trindade e trazia a gente sempre que ela podia. Muitas vezes, nós ficávamos em casa, esperando ela chegar para contar o que aconteceu na Festa de Trindade”.

 

Veja também:

Na memória, ela traz lembranças dos tempos passados de quando ainda morava em Firminópolis, interior de Goiás. “A gente foi crescendo com aquela devoção e aquela vontade de chegar o mês de julho de novo para vir a Trindade. Depois mudamos para Goiânia e ficou bem mais fácil. Eu cresci, me casei e continuei a minha devoção ao Divino Pai Eterno”, lembrou Evarista.

Em 1993, foi no Pai Eterno que ela se apegou para vencer uma batalha contra o câncer de útero. “Eu fiquei muito triste porque tinha meus filhos pequenos, minha mãe que eu cuidava. Para mim, a maior tristeza era saber que eu deixaria eles porque dependiam de mim. Então, eu me apeguei com o Divino Pai Eterno e pedi que Ele me desse a graça de ter mais tempo de vida para eu criar meus filhos e ficar com a mamãe”, relatou.

A cura foi alcançada e Dona Evarista é muito grata. Com muitas lições na vida, ela garante que não há dor que não possa ser vencida: “Graças ao Divino Pai Eterno, para honra e glória do Senhor, eu recebi essa graça. Se não fosse por Ele, eu não tinha força para viver”.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

 

 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno