Devoção

Carreiros do Divino Pai Eterno começam a chegar em Trindade

Após percorrerem vários quilômetros na estrada, comitivas chegam para a Romaria 2018.

Após oito dias na estrada e 200 km percorridos, os carreiros de Vianópolis (GO) chegaram à Capital da Fé de Goiás para a Romaria 2018. No total, 10 carros de boi e 20 carreiros formam a comitiva que, neste ano, completou a décima participação na Romaria de Trindade.

O carreiro Itamar Miguel de Souza é um dos organizadores da turma e afirmou que chegar ao Santuário após a viagem é uma sensação inexplicável. “Sempre viemos agradecendo as bênçãos que já recebemos. Esta é a sexta vez que venho e a emoção só aumenta”, ressaltou.

Na mesma comitiva veio o carreiro Sebastião Afonso Teixeira. Há nove anos, ele participa da Romaria, uma tradição que ele herdou do pai, hoje, passa ao filho. “Trago toda a minha família sempre. Filhos e minha esposa, que neste ano está grávida e, graças ao Divino Pai Eterno, ela está bem, pois foi uma gravidez de início bem complicado. Viemos para agradecer”, disse.

O filho, Marcelo Augusto de Souza Teixeira, 10 anos, segue os caminhos do pai na devoção. “Eu sempre vim com o meu pai. Acho muito bom, principalmente quando chegamos aqui, é emocionante. Temos muita gratidão ao Pai Eterno”, relatou o pequeno carreiro.

De Salto (SP), a romeira Maria Aparecida Machado se emocionou ao ver a comitiva chegando no pátio do Santuário. “Eu estava na pousada e ouvi o barulho dos carros chegando, corri para ver de perto. Fico até emocionada, porque a fé deles é muito bonita. Deve ser muito difícil vir na estrada, por tantos dias. Que o Pai Eterno abençoe e retribua o esforço e devoção de cada um”.

Peregrinação e fé

A comitiva de Caldazinha (GO) também chegou a Trindade na tarde desta sexta-feira, 22, após 110 km percorridos em cinco dias na estrada. Carreiro há dez anos, Henrique Rodrigues se emocionou ao contar uma graça recebida do Pai Eterno às vésperas da Romaria deste ano. “Faltando um mês para a nossa saída, meu boi adoeceu, foi desenganado. Eu rezei e pedi com fé. Prometi que se ele fosse curado eu o traria com uma fita amarrada no pescoço e aqui colocaria a fita aos pés da Imagem do Pai Eterno. No outro dia meu boi estava de pé e foi só melhorando. Hoje ele está aqui comigo, firme e forte”.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store