Devoção

Devoção de geração em geração

Avó, mãe e neta falam sobre a história da devoção ao Divino Pai Eterno e participação na igreja.

Para começarmos a viver uma vida na Igreja, o primeiro contato para muitas pessoas é o Batismo. Os costumes de cada família são fundamentais para a permanência na fé. Histórias de devoção são passadas de geração em geração.

Exemplo disso é a história de Eva, mãe da Rita de Cássia, que é mãe da Marina. Nossa equipe visitou a casa da família. “Desde criança, eu procurei levá-los para a igreja. Muitas vezes levei a Rita, meu filho mais velho foi batizado em Trindade, o caçula também”, contou Eva Dias Borges, aposentada. “Foi fundamental esse conhecimento sobre a fé que minha mãe me passou. A gente traz isso de berço e a igreja já faz parte da minha vida. Desde pequena ela nos levava à Festa de Trindade. Se tornou algo natural”, declarou a filha, Rita de Cássia Dias Borges, que é funcionária pública.

A pequena Marina Lira Dias Borges, de 10 anos, já exerce papel importante na igreja. Aos domingos, ela canta, anima e faz leituras. E, se precisar, incentiva outras crianças a participarem da missa. “Quando eu era pequena, minha mãe sempre me levava à igreja. Eu ficava dançando durante os cânticos da missa e isso incentivava as crianças a também irem”, afirmou. “É minha mãe quem me leva à igreja aos domingos. Ela fala que é sempre bom isso”, declarou.

Sobre a importância da avó em sua educação religiosa, Marina disse: “Ela sempre me conta histórias do meu tio, meu padrinho, que aconteceram na igreja. Eu me passa sempre muita fé”.

Toda esta história de devoção, teve início lá atrás, com a mãe de Eva, que sempre a incentivou. “A devoção ao Divino Pai Eterno vem de longas datas. Passa da minha mãe, da minha avó, para eles e agora também para a Marina. O Divino Pai Eterno é misericordioso. A Rita aprendeu e está passando direitinho para a Marina.”

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno