Evangelização

Violência contra a mulher: Qual o papel da Igreja?

Confira entrevista com o bispo auxiliar de Goiânia, Dom Moacir Arantes.

O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 20, exibiu entrevista com o bispo auxiliar de Goiânia, Dom Moacir Arantes. Ele falou sobre o papel da Igreja em conscientizar a sociedade sobre a violência, e principalmente quanto à violência contra a mulher, que está tão comum nos dias atuais. (Assista ao vídeo abaixo)

Dayane Rodrigues: Um dos tipos de violência que tem estampado capas de jornais e noticiários de televisão é a violência contra a mulher. Este ano, o tema da Campanha da Fraternidade foi focado na violência. Como que a Igreja conscientiza a sociedade sobre a violência contra a mulher?

Dom Moacir Arantes: É sempre importante que todos nós, homens e mulheres, falemos sobre este assunto. A Igreja procura dar a sua colaboração conscientizando as pessoas sobre o valor humano e a dignidade fundamental de cada um, ajudando as pessoas a perceberem que as diferenças entre homem e mulher são complementares e não diferenças para se explorar, oprimir ou maltratar. Então, qual é o caminho que a Igreja tem? É o anúncio do Evangelho, são as pregações, as pastorais que se colocam junto às mulheres que sofrem, numa forma de conscientizá-la sobre seus direitos e dignidade. E se colocam também diante da sociedade, para anunciar situações de opressão, de violência e chamar a sociedade para mudar o seu pensamento.

Dayane Rodrigues: E para os cristãos, podemos combater a violência com orações, estudos e ações?

Dom Moacir Arantes: As nossas intervenções com oração tem sentido e eficácia, mas toda oração deve levar a uma ação, que é também a denúncia a diversas situações de violência. Quando uma mulher é agredida é a própria sociedade que se desumaniza e que é agredida também.

Dayane Rodrigues: E para o senhor, a violência contra a mulher é uma questão de má criação ou de educação precária?

Dom Moacir Arantes: Toda violência é fruto de uma ausência.  A ausência realmente de uma experiência do amor verdadeiro, do acolhimento, de bons relacionamentos que realmente formam as pessoas para tratar e lidar com os outros.

Dayane Rodrigues: Por que em pleno século XXI ainda existe tanta violência contra a mulher?

Dom Moacir Arantes: Vivemos em um século que ainda fala-se muito dos direitos, mas as pessoas se isolam dentro de casa, nos condomínios e quando nós nos isolamos, nós não vemos o sofrimento do outro. E quando não sentimos a dor do outro, não mudamos nosso jeito de agir, que machuca, denigre e oprime. Não é mais desenvolvimento científico que tornará o homem melhor, mas mais envolvimento humano, mais convivência, proximidade com o outro para compreender, acolher e promover a pessoa humana e defender a vida.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store