Evangelização

Santa Mônica e Santo Agostinho: Exemplos de fé e esperança

Mãe e filho, eles representam para a Igreja o poder da oração na conversão dos pecados.

A Igreja Católica celebra nesta segunda-feira, 27, Santa Mônica e amanhã, dia 28, Santo Agostinho. Ela deixou como legado o exemplo de mãe e esposa dedicada, que sofreu por sua família e encontrou em Deus a força para seguir em frente. Ela é o verdadeiro exemplo de que tudo pode ser mudado pela oração. Conseguiu a conversão de sua família e seu filho, Santo Agostinho, que se tornou o doutor da Igreja.

“Eles viveram no século terceiro, na África. Santo Agostinho era um homem que vivia muito no pecado, fazia muitas coisas erradas e Santa Mônica sempre intercedia pelo seu filho. Tornou-se santa de tanto rezar pela conversão de seu filho”, explicou Pe. Rafael Oliveira da Silva, administrador da Paróquia Santo Agostinho, em Goiânia (GO).

Exemplo para os cristãos, Santa Mônica rezava com persistência e pedia pela conversão de sua família. “Ela não desistia, chorava muito diante do sacrário, diante dos padres, bispos. Ela chorava e falava da necessidade de ter uma família convertida”, ressaltou o Pe. Rafael.

Veja também:

Já Santo Agostinho, que vivia uma vida devasta, de pecado, teve filhos, esposa, bebia muito, mas em contrapartida era uma pessoa intelectualmente muito capaz. “Ele não era convertido, não era cristão. Então, tiramos de exemplo que nós também podemos mudar, converter. Depois que muda, que se converte, Santo Agostinho vai se tornar padre, bispo e, diante de tantas obras, se torna como estudioso um doutor da Igreja”, contou o sacerdote.

Para a Igreja, Santa Mônica e Santo Agostinho representam o poder da oração, a esperança. “Ela representa todas as mulheres de fé, de oração e ele, a esperança. O grande problema das pessoas é achar que santo é quem nunca pecou e isso é uma ideia errada. A Igreja nunca coloca como santa uma pessoa que nunca pecou. Ela coloca pessoas que foram fundo no pecado e tiveram a capacidade e a graça de recomeçar. Santo Agostinho representa o fato de que nós também podemos ser santos”, pontuou o padre.

Inspirado pela história dos santos, Pe. Rafael deixou uma mensagem aos cristãos: “Nunca deixem de rezar. Não só se seus filhos andam por caminhos errados, mas se eles também são boas pessoas, reze por eles, peça a intercessão de Santa Mônica para que seus filhos possam conseguir alcançar o Reino dos Céus”, concluiu o administrador da Paróquia Santo Agostinho.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno