Devoção

Devota faz estandartes do Divino Pai Eterno

Inspirada em sua fé, artesã se dedica ao trabalho manual com muito amor e devoção.

Devota do Divino Pai Eterno, a artesã e professora Maria do Socorro de Deus faz estandartes, inclusive os que são usados durante as novenas e procissões nas Romarias de Trindade. No Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 24, ela compartilhou sua história e mostrou como faz as peças em artesanato, inspirados em sua fé. (Assista ao vídeo abaixo)

“Meu vínculo devocional com Pai Eterno começou lá na infância, desde o meu primeiro ano de vida, quando eu já vinha no colo do meu pai na Romaria de Trindade com os carreiros. Meu pai foi carreiro nos anos 70, somos do município de Guapó”, contou.

Segundo ela, a primeira bandeira foi feita em 2008 para cumprir um voto aos Santos Reis. “A partir daí eu comecei cada vez mais fazer essas bandeiras que também são chamadas de estandartes religiosas”, relatou.

Maria do Socorro explicou que um estandarte pode ser uma peça religiosa ou não. “Quando surgiu na idade média tinha esta ideia de algumas famílias, dinastias que criavam os seus estandartes. A religião católica também trouxe muito isso”, pontuou.

É a artesã que sempre faz os estandartes para as Romarias de Trindade. “Os estandartes das últimas romarias eu tenho feito para os dias das novenas. A procissão da penitência, que começa com o estandarte do Pai Eterno, de mais ou menos dois metros e meio e ele é levado com muita devoção, solenidade e os romeiros ficam muito felizes, emocionados e fazem oração, se benzem, colocam a mão, seguram”, disse.

O processo de criação das peças exige muita criatividade. “A minha montagem começa é com a estampa, o tecido, depois desse tecido eu aplico franjas douradas, flores, pedrarias, tudo que dá uma graça, cores, mas ao mesmo tempo com harmonização entre as cores e a Imagem”, disse.

Veja também:

Para Maria do Socorro, como artista e artesã é uma satisfação se inspirar na fé para fazer o mais gosta. “Não só pelo cunho financeiro, mas principalmente pelo encontro que eu tenho com as pessoas, com o olhar que elas levam deste momento que encontramos e elas podem adquirir essas peças, porque é uma peça muito importante para quem compra, quem encomenda e quer presentear. É um momento de que elas podem levar uma lembrança daquele santo sagrado, momento preferido e momento que passou naquela Romaria. Eu tenho muita gratidão pelo povo que me procura”, concluiu.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store