Evangelização

“No Pai Nosso, há uma palavra que brilha pela sua ausência: ‘eu'”

Papa Francisco destaca que a oração do Pai Nosso não é uma oração individualista.

Na última quarta-feira, 13/02, o Papa Francisco propôs uma reflexão sobre a oração do Pai Nosso para os fiéis, estrangeiros e romanos, que aguardavam ansiosamente para ouvi-lo. No início da catequese, o papa destacou a importância do silêncio antes de conversar com Deus Pai. “A verdadeira oração se realiza no segredo na consciência, do fundo do coração: com Deus é impossível fingir”, afirmou o pontífice.

Além disso, o Papa Francisco destacou que, apesar da oração ser individual, ela não deve ser individualista. “Na oração do Pai Nosso, há uma palavra que brilha pela sua ausência: uma palavra que em nossos tempos – como talvez sempre – todos consideram importante: a palavra ‘eu'”, explicou o papa. Para ele, a oração do Pai Nosso mostra que Jesus não queria que o mundo ficasse de fora do nosso quarto e das nossas intenções quando rezamos.

Compaixão

O Papa Francisco explicou que a oração do Pai Nosso é completa e especial, pois é onde os cristãos têm a possibilidade de levar a Jesus todas as dificuldades e sofrimentos pessoais, mas também dos amigos, familiares, do mundo e até mesmo de quem o fez mal e, assim, ser compassivo como Jesus é. “Cristo não ficou alheio às misérias do mundo. Toda vez que percebia uma solidão, uma ferida no corpo ou no espírito, sentia forte compaixão”, destacou Francisco.

Durante a catequese, o papa lançou a seguinte reflexão aos presentes: “Quando rezamos, nos abrimos ao grito de tanta gente, próxima ou distante? Ou penso na oração como uma espécie de anestesia, para ficar mais tranquilo? Isto seria um terrível equívoco”.

Para quem se sentiu um pouco triste por não colocar o sofrimento das pessoas ao seu redor nos momentos de oração, não se preocupe, pois o Papa Francisco também deixou um ensinamento.”Se alguém fica indiferente a tudo. Não se comove pelas dificuldades e lágrimas dos pobres, isto significa que seu coração está petrificado. Neste caso, peça ao Senhor que o toque com o seu Espírito Santo e sensibilize seu coração”, ensinou o pontífice.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno