Evangelização

Viva São José!

O pai adotivo de Jesus é um grande intercessor da família e dos trabalhadores.

No próximo dia 19 a Igreja celebra o Dia de São José, que não é apenas um santo católico, mas o homem que foi escolhido por Deus Pai para proteger e cuidar de Jesus. De acordo com o Pe. Sérgio Ricardo, da Arquidiocese de Goiânia, a importância de São José está justamente nesta missão de dar proteção para que a vontade do Pai Eterno pudesse ser cumprida. “São José foi chamado para ser o pai adotivo de Jesus e, desde o início, lutou para que nenhum mal acontecesse ao Menino e à Sua mãe, Maria. Por exemplo, na fuga para o Egito, quando ele leva Maria e Jesus para escaparem de Herodes”, explica.

O nome “José” é de origem hebraica: Yosef significa “Ele acrescentará”, referindo-se a Deus. São José era descendente da linhagem de Abraão e do Rei Davi e, assim como Nossa Senhora, era um jovem que vivia segundo o coração de Deus e por isso foi escolhido. “Enquanto assim pensava, eis que um anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos e lhe disse: José, filho de Davi, não temas receber Maria por esposa, pois o que nela foi concebido vem do Espírito Santo” (Mt 1,20).

Curiosidade

Para o Pe. Sérgio Ricardo, São José foi essencial no desenvolvimento de Jesus e, com seu exemplo, mostrava que o homem deveria cuidar da família, se dedicar ao trabalho e dar o sustento necessário. “São José nunca desamparou a Sagrada Família e também ensinou seu ofício de carpinteiro a Jesus Cristo, antes da sua vida pública”, explica.

No mundo todo existe a congregação de padres dedicados a São José. São chamados de “Josefinos” e, além da missão sacerdotal, eles também se dedicam a realizar pesquisas sobre a vida de São José. O Pe. Sérgio Ricardo destaca este trabalho. “Eu costumo falar, apesar da frase não ser minha, que na Igreja sabemos e falamos muito de Maria e ainda há muito para conhecermos dela, porém de São José não sabemos quase nada e seria bom conhecê-lo mais”, afirma.

Além do dia 19 de março, São José é homenageado também no dia 1º de maio, pois recebeu o título de “Patrono dos trabalhadores” do Papa Pio XII. O objetivo é que todos os trabalhadores se espelhem no exemplo de São José e saibam de que Jesus e Nossa Senhora nunca os abandona. “São José, no seu trabalho de carpinteiro, louvava e honrava a vontade de Deus”, afirma Pe. Sérgio Ricardo.

Viva São José! Protetor e Intercessor das famílias e modelo para os trabalhadores!

Pollyana Reis
Jornalista Afipe

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store