Notícias

Dia Mundial de Combate ao Câncer: Prevenção e tratamento

Atualmente a doença é a segunda que mais mata homens e mulheres em todo o mundo. Saiba mais!

Família e fé, esses foram os esteios que sustentaram a aposentada Edna Clemente da Silva na fase mais difícil de sua vida. Em 2011, quando descobriu que estava com câncer na mama direita, estava com 57 anos, e identificou o nódulo graças a um exame de rotina.  Segundo ela, a preocupação em se prevenir e ter feito o diagnóstico no início da doença foi fundamental para o sucesso no tratamento. “A descoberta foi um choque muito grande. Foi como se um buraco se abrisse na minha frente. Mas a gente busca o apoio de todos. A família neste momento é o nosso porto seguro”, contou.

Foram quase dois anos de tratamento até se livrar totalmente da doença. Agora, seis anos depois de ter tido a notícia de que estava curada, o sorriso e a expressão radiante chamam a atenção. “A gente tem que buscar primeiramente a Deus, força que vem Dele e tirar disso uma lição para ajudar outras pessoas que estão passando por este momento”,  disse.

Casos como o da aposentada são exemplos não só pela força que ela teve para superar a doença, mas também por ela ter se preocupado com a prevenção. Atualmente, o câncer é a segunda doença que mais mata em todo o mundo, mas, segundo o médico e diretor técnico do Hospital Araújo Jorge, em Goiânia (GO), Roberto Fernandes, é possível diminuir esta estatística com  a conscientização, pois grande parte dos pacientes poderiam ter maiores chance de cura se diagnosticarem a doença rapidamente, é a prevenção secundária. “A nossa população, embora fale em prevenção, às vezes conhece, mas na realidade não pratica. Então, muitos casos, que hoje atendemos são avançados e se fosses descobertos em uma outra época, teríamos outro resultado muito melhor” , pontuou.

Somente neste hospital, considerado referência em tratamento contra o câncer, são atendidos por mês cerca de 30 mil pacientes de todas as idades. “O câncer mais comum, frequente no Brasil, considerando homens e mulheres, o primeiro é o câncer de pele. Então, para se prevenir o câncer de pele deve-se evitar a exposição solar. O que se pode ser feito por meio de roupas, chapéu e filtro solar. Esta é a prevenção primária. A prevenção secundária é reconhecer cedo, uma lesão que é um câncer de pele, que geralmente é um caroço ou uma ferida que não cicatriza e com o tempo aumenta. No início não dói, com o passar do tempo pode ser doloroso. O câncer de pele pode ser um melanoma, que geralmente é uma pinta escura. Existem critérios para diferenciar um melanoma de uma pinta comum”, ressaltou o diretor.

Outro câncer comum é o de próstata nos homens. Na mulher é o da mama. “Toda mulher, a partir dos 40 anos, deve fazer a mamografia anualmente. Depois disso, vem o câncer de intestino, que tem ganhado muito espaço e aumentado frequência. Tem também o câncer de pulmão, que é o que mais mata no mundo todo tanto homens, quando mulheres. Para ele também tem prevenção secundária. Prevenção primária é não fumar, mas quem fuma há muitos anos, deve fazer a tomografia anual para descobrir logo e ter um resultado melhor com o tratamento”, aconselhou o médico.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store