Afipe 15 anos: persistência e confiança no Divino Pai Eterno.

“Deus coloca pessoas certas, na hora certa. Basta ter fé”, afirma o presidente-fundador da Afipe, Pe. Robson.

Um sonho: fazer a mensagem de amor do Pai Eterno chegar ao coração de milhares de pessoas. Neste mês de maio comemoramos os 15 anos da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe). Durante todo esse tempo, levamos, diariamente, as boas novas aos filhos do Pai Eterno. Rompemos barreiras, muitas bênçãos foram derramadas e graças alcançadas.

Pe. Robson de Oliveira | foto: Danilo Eduardo

Sobre o caminho até aqui, o presidente-fundador da Afipe, Pe. Robson de Oliveira, afirma que a persistência foi fundamental desde o princípio: “Me senti muito sozinho e desafiado. No começo, não tínhamos meios físicos, estrutura necessária. Nós começamos, eu até me emociono quando falo sobre isso… Começamos com uma funcionária, a Angelita, com um computador, um 386, e uma impressora barulhenta. Quando conseguimos internet, foi a discada, meses depois”.

Foi no subsolo do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, onde hoje fica a loja, que tudo começou. “Com toda dificuldade, fui ao banco, falei com o gerente, que me emprestou dinheiro sem que eu tivesse um tostão. Foi fé mesmo. O gerente acreditou em mim. Ele me emprestou o dinheiro para eu pagar os três primeiros meses na RedeVida de Televisão”, conta padre Robson.

Foi no dia 1º de setembro de 2006 que as primeiras transmissões pela televisão começaram. “Foram muitas críticas, mas muito apoio de confrades também. Foram muitas negativas. Eu remava e me cansava, mas, graças a Deus, eu era muito forte”, explica o presidente-fundador.

A partir de outubro do mesmo ano, as pessoas começaram a perceber o projeto como algo valioso e a auxiliar como podiam. “Fomos adquirindo mais horários na RedeVida, trabalhando mais e conseguimos também a transmissão das missas. O trabalho foi evoluindo”, comenta o padre.

Do crescimento deste trabalho, nasceu o projeto da construção do Novo Santuário e, agora, a TV Pai Eterno. “Eu louvo a Deus por esta obra abençoada. Criar um sistema de comunicação não é nada fácil. Eu tentei isso ao longos desses 15 anos. Mas foram duas famílias, donas destas outorgas, que apareceram e nos apresentaram a possibilidade da TV, este canal de comunicação tão belo, 24 horas por dia”, explica Pe. Robson.

Estamos, hoje, em 105 lugares. Dos locais, o sinal se expande para as cidades ao redor. “Deus coloca pessoas certas, na hora certa. Basta ter fé. A TV Pai Eterno nasce para ser nossa, da Igreja, sua, filho do Pai Eterno, colaborador desta obra e evangelizador conosco. Uma TV que tem tudo para começar bem e levar o amor e o abraço de Deus a todos os corações”, conclui padre Robson.

Confira também: trecho II da entrevista | trecho III da entrevista

Nesta quarta-feira, 15, uma Missa Solene no Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, às 19h30, marca os 15 anos da Afipe, a chegada da TV Pai Eterno e o novo Portal Pai Eterno. Será presidida pelo Cardeal Dom Orani João Tempesta, com a presença de Dom Washinton Cruz e padre Robson de Oliveira.

  • A entrevista com Pe. Robson de Oliveira será veiculada hoje, na TV Pai Eterno: 15h, 16h30 e 22h30.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno









Newsletter