Catequese

Santa Teresinha do Menino Jesus: Conheça sua história

TV Pai Eterno exibe filme dedicado à santa neste domingo, 23, às 15h30. Assista!

 

Com a autorização do Papa Leão XIII, Teresinha entrou com 15 anos no Mosteiro das Carmelitas, em Lisieux, na França, e viveu por lá um caminho de santidade. A missionária do amor de Deus se tornou a Padroeira das Missões e doutora da Igreja. A santa carmelita viveu somente 24 anos e morreu com tuberculose, em 1897.

A doença, que até então não tinha cura, castigou o corpo da missionária, mas não impediu que ela deixasse um grande legado de amor. A doença que afetou a saúde de Santa Teresinha do Menino Jesus não é mais tão falada como antigamente, mas ainda preocupa. De acordo com dados do Ministério da Saúde, cerca de dez milhões de novos casos da doença em todo o mundo são notificados. Só no Brasil, em 2018, foram registrados mais de 70 mil pessoas que contraíram a doença e cerca de 4,5 mil mortes em 2017.

Dr. João Alves de Araújo, médico infectologista, afirma que o problema é a falta de conscientização: “É uma doença que não tem motivos para ter preconceito contra ela. O preconceito piora a condição e não contribui para o tratamento e o combate da doença”, explica.

Mesmo sendo uma doença infecciosa e transmissível, hoje, a tuberculose tem cura. O tratamento dura no mínimo seis meses. É gratuito e disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a Organização Mundial de Saúde, mais de 54 milhões de vidas foram salvas com o tratamento desde o ano dois mil. No Brasil, o número de pessoas infectadas caiu pela metade e o sintoma não é somente a tosse.

Toda pessoa que tem tosse com mais de três semanas  pode estar acometida por tuberculose. Habitualmente esta tosse vem acompanhada de outros sintomas. O principal deles é a febre alta, que provoca secreção nesta tosse, sangue, a pessoa também perde peso e fica fraca. Então, esses são os principais sintomas”, explica o infectologista.

Atualmente existem exames capazes de identificar a doença rapidamente. “São exames muito sensíveis, que vão detectar praticamente 90% dos casos de tuberculose pulmonar com uma única amostra de escarro, que chamamos de teste molecular”, afirma o médico.

Além dos fatores relacionados ao sistema imunológico de cada pessoa, a tuberculose pode ser contraída muitas vezes por conta das condições precárias que algumas pessoas vivem. “Hoje, nós temos populações ou grupos vulneráveis para adquirir tuberculose. Então, o principal deles são as pessoas que têm HIV, os presidiários, moradores de rua, e, de modo geral todos aqueles que vivem em condições desfavoráveis de moradia, insalubridade”, conclui Dr. João Alves.

Santa Teresinha viveu em clausura

Em Trindade (GO), vivem as irmãs e aspirantes Carmelitas. Juntas, em clausura, com os mesmos propósitos: o amor a Deus e a vida em oração. Ir. Marinalva Maria Santana explica de onde vem a vocação e a inspiração para a vida que levam. “A Santa Teresinha, como todos sabemos, começou muito jovenzinha no Carmelo, com 15 anos, e ela deu passos gigantescos na busca pela santidade. Ela soube aproveitar coisas pequenas, por isso nós costumamos chamá-la de pequena-grande Teresinha. E ela nos inspira!”, afirma.

Para as mais jovens, o sentimento é o mesmo. Se inspirar no amor e viver em oração para fazer o bem. Irmã Débora, do Santíssimo Sacramento, está no Carmelo há três anos, e explicou sobre a gratidão em fazer parte: “O Papa Francisco disse que, quando encontramos Jesus e caminhamos fielmente com ele, a gente tem o dom da alegria. Esta é das características das Carmelitas, e as pessoas que vêm nos visitar sempre falam isso. Quando elas falam que eu estou feliz, alegre, eu tenho mais uma confirmação da vontade de Deus na vocação”, disse.

E é seguindo grandes exemplos como o de Santa Teresinha do Menino Jesus que elas seguem firmes em seus propósitos. Histórias de renúncia, dedicação e amor, assim como a santa que precisou vencer obstáculos para seguir seu caminho na fé. As Carmelitas também têm as suas dificuldades, ficar longe da família é uma delas, mas o amor sempre vence.

“Nós continuamos amando as nossas famílias do mesmo jeito e talvez de um modo ainda diferente, mas mais profundo, porque, com a formação que nós recebemos no Carmelo, nós vamos também aprofundando a nossa gratidão e nosso amor pelos nossos pais, irmãos e sobrinhos”, ressalta Ir. Marinalva.

A aspirante Camila Tavares Machado, 18 anos, está no Carmelo há apenas três meses e disse ter certeza da sua escolha de vida: “O que mais me chama a atenção é justamente a oração, o recolhimento, a presença de Deus, que sentimos e encontramos aqui dentro. Em nenhum outro lugar a gente percebe isso assim”.

E é com toda esta inspiração vinda de Santa Teresinha do Menino Jesus que as Irmãs Carmelitas vivenciam a fé e o amor em cada atividade. Até nos compromissos mais simples é possível perceber que a vida delas é sustentada pela vocação e pelo amor a Deus. “Santa Teresinha falava que até uma linha que ela pegava no chão, por amor ao Nosso senhor, que esse amor dela, que era tão pequeno, se transformava em um amor infinito em favor das missões pela Igreja. E é neste espírito que nós trabalhamos o dia todo”, conclui Ir. Marinalva.

Assista o filme Santa Teresinha do Menino Jesus, exibido na TV Pai Eterno neste domingo, 23, às 15h30.

Fonte: [:es]Afipe[:en]Afipe[:pt]Afipe | TV Pai Eterno[:]
Tags: Santa Tersinha

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.
1 Cometários
  • CELINA CANTIDIO DE OLIVEIRA
    22/6/2019 - 13:36:31

    ADORO SABER MAIS DA VIDA DOS SANTOS E SANTAS.AMEM.

  • TV Pai Eterno

    MATÉRIAS RELACIONADAS






    Baixe o aplicativo Pai Eterno

    Google Play
    App Store