Evangelização

Pe. Robson de Oliveira fala das bem-aventuranças na vida cristã

Em mais uma edição do Palavra do Pai, o Missionário Redentorista destacou a importância de ser íntimo do Pai

Foto: Danilo Eduardo

Na manhã desta quinta-feira, 4, o reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, Pe. Robson de Oliveira, comandou mais uma edição do Palavra do Pai, no Cineteatro Afipe. Com a casa cheia de devotos, o padre falou sobre o Evangelho das bem-aventuranças (Mt 5,1-12). Ele destacou que ser bem-aventurado é deixar que o Pai Eterno molde o caráter espiritual da vida de cada um. “Assim como o barro na mão do oleiro, assim deve ser nossa alma nas mãos do Senhor Jesus”, destacou.

Para os devotos presentes, o Palavra do Pai é um momento especial de renovação da fé, de conhecer mais o Evangelho e também ver de pertinho o Pe. Robson de Oliveira. Francisco de Assis Lopes veio de Salto de Pirapora (SP) e se sente muito grato ao trabalho de evangelização realizado por ele. “Eu sou devoto do Divino Pai Eterno há alguns anos, conheci esta fé pela televisão e faço as Novenas com o padre. Já recebi muitas graças para mim e minha família, por isso vim aqui hoje para agradecer ao padre por nos apresentar esta fé”, afirmou.

A última graça que seu Francisco recebeu foi uma cura na região do quadril que fez o médico até cancelar uma cirurgia que estava marcada. “O médico pediu para refazer os exames e eu segui rezando pela minha saúde. Um dia estava em casa e senti uma coceira muito grande e repentina no local onde faria a cirurgia, depois refiz os exames, levei ao médico e ele disse que a cirurgia não seria mais necessária”, relembrou.

Já Maria Gorete Borges veio a pé de Goiânia (GO) e aproveitou para passar no Cineteatro e acompanhar o Palavra do Pai. “Há três anos eu não vinha a Trindade e este ano vim para agradecer ao Pai Eterno, porque Ele cuida zelosamente da minha família que é grande e, muitas vezes, tem problemas”, contou. Para ela, fazer a romaria e participar dos momentos de fé ajuda a refletir sobre quem é o nosso Pai. “A experiência da Romaria me permite sair do universo mundano, e aqui no Palavra do Pai, podemos compreender o que estamos buscando, que Pai é esse que queremos encontrar, não só no fim da caminhada, mas também no fim da caminhada da vida”, destacou.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store