Notícias

Gincana do bem movimenta obra em Goiânia (GO)

Funcionários se reuniram para arrecadar livros e materiais recicláveis para cooperativas e incentivar a consciência ambiental

O trabalho é duro, quase sempre sob o sol escaldante e um calor intenso, acompanhado de muito barulho, nuvens de poeira e atividades de alto risco. Essa é a vida de um operário. Mas isso não impede que em um canteiro de obras tenha aprendizado e brincadeira.

Foi por meio de um projeto de conscientização que uma empresa de Goiânia teve uma visão inovadora. “No nosso canteiro de obras, a gente já tem várias práticas de gestão de resíduos, nossos funcionários já estão bem acostumados a separar direitinho os resíduos. Então, a gente resolveu levar isso para fora dos nossos tapumes, para que eles possam fazer isso em casa também em uma prática de educação ambiental mesmo”, explica Bruna Frazão, assistente de gestão ambiental.

Para incentivar os funcionários e contribuir com a vida em comunidade, a empresa organizou uma gincana ambiental. Quem trouxesse mais matérias recicláveis ganharia um valor simbólico. Foram mil quilos de produtos arrecadados, entre livros, papéis, garrafas pets e outros. E o campeão foi o Marcelo Henrique Moreira, servente de obra. “Eu trouxe 400 quilos de papel, plástico e outros materiais. Eu pedi ajuda aos meus familiares, passei em lugares que vendem jornal, supermercados, amigos ajudaram etc. Além de poder ajudar indiretamente outras pessoas, ajuda o meio ambiente também”, afirma Marcelo.

A competição foi acirrada e motivo de diversão entre os funcionários. “Ele [Marcelo] já estava na minha frente, daí eu também fui ao supermercado, pedi ajuda para os amigos falando para todo mundo juntar. Eu cheguei a 160 quilos, mas infelizmente meu colega ganhou, com 400 quilos”, lamenta o auxiliar administrativo, Paulo Ricardo Martins de Souza. O objetivo foi alcançado. O projeto despertou nos colaboradores o interesse pelo cuidado com o meio ambiente e agora eles são multiplicadores para transformar o mundo. “Todo dia a gente aprende, a gente chega em casa e passa isso para os amigos. Nós aqui na obra já tomamos mais cuidado com o desperdício e separamos para a reciclagem”, conta o operador de máquina, Antônio Carlos Alves Lopes.

A maior parte dos materiais arrecadados, como os plásticos e papelões, serão doados para uma instituição que vai reverter em renda para hospitais. Além de contribuir com a preservação do meio ambiente, os livros arrecadados vão ajudar na alfabetização e no reforço escolar de crianças carentes. Projeto que serve de exemplo para outras empresas. Uma ação que contribui significativamente para a preservação ambiental e para a redução do lixo gerado e a transformação em casa, no trabalho e na sociedade. “Tudo que a gente puder reutilizar ou reciclar dentro do próprio canteiro para consumir menos recursos é um bem que a gente faz para o meio ambiente e eu acho que todas as empresas têm que começar a pensar nisso. A gente já vê várias práticas em outras empresas também e, quanto mais isso se disseminar, melhor para o meio ambiente e melhor pra gente mesmo, afinal, como vamos continuar crescendo sem recursos?”, destaca Bruna Frazão.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS











Newsletter