Evangelização

Você sabe qual a importância de Santo Inácio de Loyola?

TV Pai Eterno vai exibir neste domingo, 21, o filme que retrata a vida deste santo que marcou a história da Igreja

Quando estudamos história do Brasil é possível perceber o quanto os padres jesuítas foram importantes para a formação do país, para a catequização dos índios e para difundir o evangelho por aqui. Mas você sabe como eles surgiram? Segundo o site oficial dos jesuítas no Brasil, Santo Inácio de Loyola foi o grande fundador da companhia junto, com seus companheiros Francisco Xavier, Pedro Fabro, Afonso Bobadilha, Diogo Laínez, Afonso Salmeirão e Simão Rodrigues, em Paris, na França. “Os jesuítas deixaram como legado o aprendizado de que é realmente a experiência que fazemos de Deus que traz a conversão de nossas atitudes. Santo Inácio fez a sua experiência de conversão e quis transmitir a outros”, explicou o padre jesuíta, Antônio Tabosa.

Mas o caminho de Inácio até a santidade não foi fácil. Padre Antônio explicou que ele era um jovem que tinha sonhos militares e era muito entregue às vaidades do mundo. Um dia, em serviço militar, ao defender uma cidade chamada Pamplona, foi atingido por uma bala de canhão. Inácio ficou um período na casa de sua cunhada para se recuperar. Ela, muito religiosa, deu a ele dois livros: um sobre os santos e outro sobre a história de Jesus. “Então, no seu momento de ócio, Inácio se dedicou a ler esses livros e também pensava nas suas vaidades do mundo, porque ele sonhava em se casar com uma princesa, sonhava ter um futuro promissor na nobreza da época. Mas Inácio foi percebendo que, quando conhecia a vida dos santos, gostava mais de contemplar a experiência desses santos e da vida de Jesus do que pensar em si mesmo”, completou o religioso.

Conversão

Inácio não deixou este desejo de conhecer Jesus se apagar do seu coração e, quando se recuperou dos ferimentos, decidiu partir rumo a Jerusalém. Saindo de Loyola, seguiu em peregrinação para Montserrat. No caminho, doou suas roupas de fidalgo a um pobre, passando a usar trajes rústicos. A espada foi deixada no altar da Igreja de Nossa Senhora de Montserrat, após uma noite de oração.

Em Manresa, Inácio abrigou-se em uma cova. Vivendo como eremita e mendigo, passou pelas mais duras necessidades. Mas seu objetivo era maior: queria ter tranquilidade para fazer anotações em um caderno que, mais tarde, iria se transformar no livro “Exercícios Espirituais”, considerado até hoje um de seus mais importantes legados.

O livro é publicado até os dias atuais e qualquer pessoa pode adquiri-lo para aprender a ter mais intimidade com Deus e deixar-se ser moldado por Ele. “Os exercícios espirituais são etapas que Santo Inácio de Loyola viveu, organizou, sistematizou e deixou como legado”, pontuou o padre.

Após essa experiência da pobreza e dificuldades, Inácio seguiu em sua longa peregrinação até Jerusalém, onde permaneceu por um tempo. De volta à Europa, sofreu perseguições e incompreensões que lhe fizeram perceber a necessidade de estudar para ajudar os outros de forma mais efetiva “Ele fez uma experiência de desapego das coisas do mundo e ao mesmo tempo se aprofundou na vida espiritual e religiosa”, explicou Pe. Antônio.

Companhia de Jesus

A cidade escolhida para se dedicar aos estudos de Filosofia e Teologia foi Paris (França), onde conseguiu agrupar colegas a quem passou a chamar de companheiros no Senhor. Esse foi o primeiro esboço do que seria a Companhia de Jesus. Em 15 de agosto de 1534, na capela de Montmartre, em Paris, Inácio e seis companheiros (Francisco Xavier, Pedro Fabro, Afonso Bobadilha, Diogo Laínez, Afonso Salmeirão e Simão Rodrigues) fizeram votos de se dedicarem ao bem dos homens, imitando Cristo, peregrinar a Jerusalém e, caso não fosse possível, apresentar-se ao Papa, com o objetivo de colocarem-se à disposição do Pontífice. “A Companhia de Jesus tem inclusive um voto ao papa em que ele pode enviar o jesuíta onde houver necessidade, em qualquer lugar do mundo”, destacou.

Um ano depois, os votos foram renovados por eles e mais três outros companheiros: Cláudio Jaio, João Codure, Pascásio Broet. Por meio da bula Regimini militantis Ecclesiae, a Companhia de Jesus (em latim, Societas Iesu, S. J.) foi aprovada oficialmente pelo Papa Paulo III, em 27 de setembro de 1540.

No ano seguinte, 1541, Inácio foi eleito o primeiro Superior Geral da Ordem, passando a viver em Roma, na Itália. Dedicou-se à função preparando e enviando os jesuítas ao mundo todo, servindo à Igreja e escrevendo as Constituições da Companhia de Jesus. Em 31 de julho de 1556, muito debilitado, Inácio veio a falecer. Sua canonização aconteceu em 12 de março de 1622, pelo Papa Gregório XV.

Se você ficou curioso e inspirado a conhecer este homem de Deus, a TV Pai Eterno vai exibir neste domingo, 21, às 13h, o filme “Inácio de Loyola”, uma produção muito elogiada produzida pela Companhia de Jesus das Filipinas. O filme é indicado para toda a família e, com certeza, vai abrir caminho para muitas conversões, assim como um dia aconteceu com Santo Inácio.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.
3 Cometários
  • Luiza Maria da Silva Silveira
    20/7/2019 - 17:10:11

    O que me encanta na TV pai eterno é que além de iluminar minha vida meu lar me concede as riquezas da igreja que eu tinha tanta vontade de conhecer e sem acesso.Que sejam sempre iluminados para continuar assim.

  • Salomão Athias
    22/7/2019 - 11:42:10

    Parabéns pelo Tv Pai Eterno É sua programação.
    Neste domingo estava vendo o filme de Santo Ignacio de Loyola mas não consegui terminar. Gostaria de saber quando será reapresentado.
    Muito obrigado
    Salomão

  • Lorena Carvalho
    22/7/2019 - 23:13:26

    Assisti ao belíssimo filme Inácio de Loyola, muitos ensinamentos, aprovações para entendermos que em Jesus Cristo nos encontramos na humanidade, solidariedade no caminho para o Pai, e quê os tormentos de nossa alma são sanados quando aceitamos a fé cristã em busca da santidade. Ainda bem que a TV Pai Eterno existe parabéns ao Pe Robson de Oliveira e que o Divino Pai Eterno sempre o abençoe.

  • TV Pai Eterno

    MATÉRIAS RELACIONADAS



    Faça parte desta família

    Baixe o aplicativo Pai Eterno


    Google Play
    App Store
    © Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno