Notícias

Amor e fé na cozinha

Conheça a história da Maria do Rosário, que pede a intercessão de Santa Marta para abençoar sua missão como cozinheira

Maria do Rosário de Castro é cozinheira há muitos anos. Desde cedo percebeu que sua vocação era cozinhar e se dedicou bastante para conquistar um espaço no mercado. “Eu herdei isso da minha mãe, que foi uma cozinheira muito dedicada, adorava fazer as coisas em casa, fazia pratos muito gostosos e eu fui pegando gosto com ela e tenho dedicado minha vida a isso”, afirmou.

Hoje, Maria é dona do próprio negócio e produz três mil empadas por dia, fora outros salgados. Cresceu tanto que gera emprego para mais de 100 profissionais. O segredo de todo esse sucesso, com certeza, é o amor. Maria do Rosário trabalha com dedicação para entregar o melhor aos seus clientes. “Com certeza o segredo é colocar amor e carinho em tudo que fazemos aqui e, é claro, sempre com muita fé em Deus, pois sem Ele não fazemos nada. Busco passar isso aos meus colaboradores, porque, do mesmo jeito que queremos algo bom para nós, devemos oferecer para as outras pessoas”, ressaltou.

E realmente ela acredita que por todo o seu caminho foi fortalecida pela fé, tanto que tem até um ritual antes de sair para o trabalho. “Todos os dias de manhã já levanto, rezo meu terço, inclusive com o padre Robson, faço minhas orações e só depois vou para a empresa”, destacou.

Muito devota e temente ao Pai Eterno, Maria confia na intercessão de Nossa Senhora em toda a sua trajetória profissional. Sabendo que Santa Marta é padroeira das cozinheiras, ela carrega pra si uma lição deixada pela Santa. “Para mim, a maior lição de Santa Marta é que, antes de servir a qualquer um, ela servia Jesus primeiro. Enquanto Maria, sua irmã, ouvia Jesus, Marta se preparava para servi-Lo e dar o melhor para Ele, e é isso que temos que fazer: dar o nosso melhor para Jesus. Temos que servi-Lo para poder servir ao próximo”, contou.

Lição esta que serve de exemplo para todos os cristãos, de acordo com o Pe. José Luiz, formador do Seminário Santa Cruz, Goiânia (GO). Santa Marta era uma mulher de ação, que se tornou discípula de Jesus. Acolhia, mas também não escondia suas dúvidas e sentimentos, inclusive questionou o próprio Cristo. “Santa Marta nos dá dois grandes exemplos: o de acolhida, pois ela recebia os peregrinos em sua casa, inclusive Jesus e os discípulos. A outra a lição é que ela buscava ao Senhor sempre, quando Lázaro morreu, ela foi até Jesus. Foi quando Ele a acolheu na sua dor e disse que Ele é a ressurreição e a vida. Marta confiou e anunciou a todos que o Mestre chegou”, explicou.

Assim como Santa Marta, aprendamos como aprendeu Maria a servir Jesus e nos dedicar com amor ao que fazemos.

Fonte: [:es]Afipe[:en]Afipe[:pt]Afipe / TV Pai Eterno[:]
Tags: , Santa Marta

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.
1 Cometários
  • Sandra Ferreira de Souza
    31/7/2019 - 22:06:43

    O senhor é meu pastor e nada me faltará amém 🙏

  • TV Pai Eterno




    Baixe o aplicativo Pai Eterno

    Google Play
    App Store