Parabéns aos educadores sociais!

Dedicação, amor e o carinho de cada um deles são fundamentais no trabalho das Obras Sociais Redentoristas

Nesta quinta-feira, 19, celebramos o Dia do Educador Social. No trabalho das Obras Sociais Redentoristas eles são peças fundamentais para o sucesso no atendimento às crianças, jovens, adultos e idosos.  O educador Welson Mello de Oliveira é um exemplo. Ele ensina as crianças com muito carinho e, além do esporte, elas aprendem respeito, disciplina e cuidado. E todas as atividades são pensadas de acordo com a necessidade dos assistidos.

“Aqui trabalhamos com faixa de idade e as atividades para as crianças menores são mais lúdica. Com os maiores já buscamos fazer com mais regras, disciplina para terem uma boa postura lá fora, na vida; para que eles sejam disciplinados na vida”, disse Welson.

Segundo o educador, o esforço é retribuído pelas crianças. “Eles transmitem muito carinho. A gente chega de manhã, 7h, e a primeira pergunta que fazem é se vamos para a quadra, se vão jogar bola. Isso aí transmite que eles querem ter uma convivência comigo. O que é recíproco, pois nós também queremos passar carinho, mostrar que eles têm valor de amor e carinho com eles também. Costumamos dizer que a gente está aqui simplesmente por causa deles. Se eles não estiverem aqui, também não estaremos”, afirmou.

O Rofolpho Machado também é educador social. Ele é o responsável pelas aulas de música nas Obras Sociais, em Trindade. “Quem trabalha com o que gosta vive de férias! A importância maior é que o aluno saia daqui satisfeito. Então, quanto mais satisfeito ele tiver, melhor é para nós, professores. Se os alunos saem daqui com o sorriso no rosto, com a certeza de que está aprendendo alguma coisa, é sinal de que o nosso trabalho está sendo realizado”, destacou o músico.

A Hevellyn Oliveira é uma das assistidas das Obras Sociais Redentoristas e faz aulas de música com o Rodolpho. Além de um aprendizado, ela afirma que as aulas são uma espécie de terapia. “Quando eu venho triste para cá, ele percebe, fala com a gente, pergunta o que aconteceu, e tenta nos alegrar”, disse.

O trabalho dos educadores sociais envolve uma dose de profissionalismo e outra de amor. Da mistura surge uma relação de confiança e amizade que ajuda na formação humana dos assistidos pelos educadores sociais. “É importante porque para ser um bom profissional no mercado você precisa ter um lado social bom. Não adianta nada ser um baita de um músico e chegar perto das pessoas e ser um cara rancoroso, ser um cara cheio de raiva. Eu tento passar isso para todo mundo. Eu falo sempre para os meus alunos se estão vindo aqui para aprender, então sejam pessoas boas, amáveis e também ame o que você faz e as pessoas que estão do seu lado também”, pontua Rodolpho.

Outro exemplo de quem se dedica e muito ao trabalho é a educadora social Amanda Kelly Vaz dos Santos. Ela garante que com as aulas de hidroginástica para os idosos é ela a maior beneficiada com o trabalho. “Muita das vezes a pessoa quer não só vir fazer um exercício, mas precisam também de alguém que ouça, que dê atenção. Então, a gente trabalha com muito amor e carinho. Não estamos aqui só por passar um exercício físico, mas sim para tratar essas pessoas com muito amor, ouvi-las, compreendê-las. Então, é muito bom trabalhar nas Obras Sociais”, concluiu.

Parabéns a todos os educadores sociais que dedicam seu tempo, doam amor, carinho e contribuem para a evangelização nas Obras Sociais

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.
2 Cometários
  • Maria do Nascimento
    19/9/2019 - 13:53:44

    Fico muito feliz quando vejo o trabalho das obras sociais redentoristas e é com muito amor que eu sou sócia dá AfIPE

  • Maria do Nascimento
    19/9/2019 - 13:54:37

    Fico muito feliz quando vejo o trabalho das obras sociais redentoristas e é com muito amor que eu sou sócia dá AfIPE Parabéns educadores

  • TV Pai Eterno

    MATÉRIAS RELACIONADAS











    Newsletter