Você sabe o que é latria, dulia e hiperdulia?

Pe. Arthur da Silva Freitas, administrador paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Boa Esperança em Goiânia, explica. Confira!

De origem grega, as palavras latria, dulia e hiperdulia podem parecer pouco comum, mas seus significados estão presentes no cotidiano dos católicos. São os nomes dados aos três tipos de culto da Igreja Católica, ou seja, diz respeito à natureza das orações. O Pe. Arthur da Silva Freitas, administrador paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Boa Esperança em Goiânia, ressalta que o maior destes cultos é a latria (em grego: “latreuo”), que quer dizer adoração.

Latria é o principal culto que temos na Igreja Católica, por ser a adoração a Deus. É o culto que prestamos ao único Deus que se revelou a nós na Santíssima Trindade”, afirmou. Assim, os católicos, nas celebrações do tipo latria, cultuam o centro de sua fé, em acordo com os ensinamentos de Jesus Cristo, que nos disse: “Ao Senhor teu Deus adorarás e só a Ele prestarás culto”(Mt 4, 10).

Outro tipo de culto do Catolicismo é a dulia (em grego: “douleuo”). Segundo explica o Pe. Arthur, é o culto prestado a Deus por meio de alguma mediação, ou também, chamado de veneração, porque se cultua a Deus mediante a alguém. “É quando prestamos o culto a Deus, através da obra que Ele realizou por meio da intercessão de um santo ou objeto sagrado”, explicou o sacerdote.

Da tradução do grego, dulia quer dizer honrar e venerar, e é o culto prestado aos santos, pessoas que tiveram heroísmo e fé comprovados no exercício das virtudes cristãs, consideradas um verdadeiro exemplo a ser seguido. “Além disso, por exemplo, quando se faz uma bênção de uma água e a usa como devoção é um ato de culto de dulia, porque a água está mediando o culto a Deus”, explica o Pe. Arthur.

O terceiro tipo de culto chamado hiperdulia é, na verdade, uma variação da dulia, mas trata-se de uma veneração maior. “Esta é uma classificação feita para culto de adoração a Deus por meio da Virgem Maria, visto que ela se destaca, ocupando um lugar eminente”, explica o padre.  Ou seja, a hiperdulia (do grego: hyper, acima de; douleuo, honra) é quando se celebra Nossa Senhora, em seus diversos títulos e aparições.

“Temos dois modos de culto, e três modalidades. A latria trata-se da adoração a Deus. Outro é o culto de veneração aos santos, uma forma que também se alcança a Glória de Deus , chamado de dulia. Neste, se destaca a veneração prestada à Mãe de Jesus, esse chamado de hiperdulia”, resume.

Segundo esclarece o Pe. Arthur da Silva, os tipos de culto são assim divididos para definir a sua natureza. “O ato de adoração é unicamente a Deus. Quando oramos à Maria ou a algum santo, estamos prestando veneração, em reconhecimento à graça de Deus na vida dessas pessoas e à radicalidade com que exerceram a sua fé”, finaliza.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.
1 Cometários
  • francisco félix
    17/10/2019 - 13:17:59

    muito bom a explicação

  • TV Pai Eterno

    MATÉRIAS RELACIONADAS











    Newsletter