Notícias

Sobrevivente à tragédia de Brumadinho vem a Trindade agradecer ao Pai Eterno

No meio da tragédia, vendo a lama se aproximando, a aposentada Maria de Lourdes gritou: “Divino Pai Eterno! Maria passa na frente!”

A sexta-feira de 25 de janeiro de 2019 era um dia de comemoração para a aposentada Maria de Lourdes da Silva Almeida. Era aniversário de sua filha. Para celebrar, ambas foram até o clube recreativo da Vale, localizado nas imediações Barragem 1 da  Mina Córrego do Feijão em Brumadinho (MG). Às 12h20, elas estavam perto da piscina quando a filha de dona Maria de Lourdes comentou: “Tem algo errado”. Era a barragem que tinha estourado e os rejeitos começaram a descer na direção de onde elas estavam.

O local foi varrido pelo mar de lama, que chegou às estradas, atingiu parte do rio Paraopeba e também um povoado da Vila Ferteco. Foi um momento de desespero que a aposentada nunca vai esquecer. Mas ainda assim, ela não perdeu a fé. “Eu gritei: Divino Pai Eterno! Maria passa na frente!”, contou. E a resposta vinda do céu foi rápida.

Dona Maria de Lourdes viu máquinas e veículos sendo arrastados e a lama descendo atrás do clube onde estavam. Elas saíram correndo.  Foi então que um anjo foi enviado para ajudar essa filha amada do Pai Eterno. “Ninguém queria dar carona. Mas um moço, que estava apavorado, parou e nos ajudou. Ele colocou a gente na carreta, veio também a turma da portaria e eles seguiram chamando mais pessoas para ajudar. O Pai Eterno foi milagroso”, revelou.

Hoje, mesmo com a angústia por ter vivenciado esse grande desastre, dona Maria é grata ao Pai pelo dom da vida e fez questão de vir até Trindade para agradecer. “Nós não tivemos nenhum arranhão. Graças a Deus hoje eu estou viva para dar esse testemunho. Tenho muita fé e no Divino Pai Eterno e sou muito feliz pelas graças recebidas”, comentou a devota, que veio uma caravana de pessoas que sofreram e ainda sofrem os impactos dessa tragédia.

Quase um ano após o desastre, 251 vítimas foram identificadas. Mas dezenove pessoas ainda estão desaparecidas. As buscas na região devastada pela enxurrada de lama continuam e não há prazo para encerrar os trabalhos no local. A operação é considerada a maior já realizada no país.  Que o Divino Pai Eterno console o coração dos familiares e continue abençoando o trabalho do Corpo de Bombeiros e cães farejadores!

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno









Newsletter