Notícias

Terço dos Homens lota Santuário Basílica de Trindade

Esta foi a quinta edição da Romaria, que reuniu homens de todo o Brasil na Capital da Fé de Goiás

O Santuário Basílica do Divino Pai Eterno recebeu no último sábado, 19, a quinta edição da Romaria do Terço dos Homens. A Santa Missa de abertura foi celebrada pelo Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, Pe. André Ricardo de Melo e contou com presença de centenas de homens membros do movimento, que vieram de todas as partes do Brasil para rezar e celebrar na casa do Divino Pai Eterno.

“Depois que a pessoa começa a frequentar o Terço dos Homens, eles percebe a realidade do Terço dos Homens. É uma evangelização boa demais. Convidamos a todos para participarem. Vão sentir a mesma coisa que eu estou sentindo hoje”, afirmou José Geraldo Soares, de Ubaí (MG).

Para o Pe. André Ricardo, o Terço dos Homens é uma demonstração de fé. “A primeira função e importância do Terço dos Homens é levar os homens à oração, porque rezando o Terço, os homens estão em contato com a oração do Terço, com o Mistério de Jesus Cristo e, por isso, em comunhão profunda de fé e de amor a Jesus Cristo”, afirmou.

O movimento na Capital da Fé foi grande. O pátio do Santuário Basílica ficou lotado de carros, ônibus. Terço de todos os tamanhos foram vistos. A concentração começou na Igreja Matriz e em seguida subiu para o Santuário Basílica. “Momento maravilhoso para a vida da gente. Ainda mais estando aqui na Casa do Pai Eterno. No sentimos alegres, emocionados, com vontade de chorar, sorrir. É uma mistura de alegria e emoção”, comentou Lourival Bernardes de Sousa, de Serrania (MG).

De baixo de um sol forte, os fiéis caminharam carregando o andor com a Imagem do Divino Pai Eterno. Everton Tomaz da Silva, Penápolis (SP), carregou o peso nas costas com muito orgulho e fé. “Quando eu chego aqui neste lugar eu sinto uma paz tremenda. Eu sou uma pessoa de muita fé no Pai Eterno. Daí vem tudo, a emoção de carregar o andor mais um ano. Ano passado também fui eu e para mim, isso é tudo de bom. Só tenho a louvar e agradecer o que o Pai Eterno vem fazendo na minha vida”, contou.

Na edição deste ano, o Terço dos Homens contou com uma presença ilustre e que acrescentou muito. Padre Joãozinho foi convidado para uma pregação e mexeu com o coração de cada um. Além de fazer parte da programação, a convite do reitor do santuário, Pe. Robson de Oliveira, o Pe. Joãozinho compôs uma música especial em comemoração ao ano jubilar em homenagem aos 180 anos da devoção ao Divino Pai Eterno  Pai Eterno.

“O Terço é tão antigo, mas de repente os homens descobrem o valor do Terço e começam a rezar com aquela força. Eu acho muito bonito e não houve ninguém que decidiu montar este projeto específico, mas ele começou e um foi seguindo, outro também. A devoção é assim. Ela tem um pouco desse caráter  espontâneo. O Pai Eterno e os pais de família se unem e eu tive a graça. A pedido dos padres aqui do Santuário Basílica, eu  vim para compor o hino do 180 anos da devoção, que eu estou mostrando neste fim de semana do Terço dos Homens”, pontuou Pe. Joãozinho.

O devoto Leandro Apolinário, de Trindade (GO), ficou feliz em acolher o padre. “Fantastico ter a oportunidade de ter o Pe. Joãozinho aqui. Um homem que traz a mensagem de Deus de uma forma lúdica, de uma forma que todos conseguem entender. Então, foi uma forma de engrandecer este momento e fazer todos se sentirem parte deste movimento do Terço dos Homens”, disse.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno









Newsletter