Notícias

Conheça o trabalho evangelizador de Pe. Pelágio em Goianira

O sacerdote viajava longas distâncias para evangelizar, celebrar missas e atender o povo da região

 

O carisma do missionário redentorista Padre Pelágio Sauter, seu legado e sua evangelização são marcas deixadas para a eternidade na cidade de Goianira (GO). A cidade fica a 31 km de Goiânia, capital de Goiás, e 27 km de Trindade, a capital da Fé. Conhecido por viajar longas distâncias com a sua mula para evangelizar em outros povoados, a região de Goianira era uma das visitadas pelo Padre na primeira metade do século século XX. A cidade foi fundada em 1922.

Maria Luiza Naves relembra convívio com Padre Pelágio

A fama de Pe. Pelágio era de ser um homem muito carismático. E nas suas desobrigas, nome dado as visitas religiosas as fazendas ou povoados distantes naquela época, o padre era sempre muito bem recebido pelas famílias. Aos 98 anos, a devota  Maria Luiza Naves conviveu com Pe. Pelágio nesta época. “De 15 em 15 dias, ele ia em Goianira e nas fazendas, que eram longe, mas ele ia para celebrar a missa lá. Ia com vontade e aconselhava muito o povo. Ele me deu de presente uma imagem do Sagrado Coração de Jesus”, relembra.

Padre Pelágio também teve papel importante na formação da cidade. “Por meio de uma dessas incursões, ouvindo reclamações que era difícil ir até Campinas, a cidade mais próxima, para praticar a fé católica, ele aconselhou o pessoal a se organizar para formar o Patrimônio Religioso de São Geraldo. Dentro deste patrimônio foi constituído o povoado de São Geraldo, que mais tarde se originou a cidade de Goianira”, explicou Luciano Roriz, professor e historiador, autor do livro “Povoado de São Geraldo – história e religiosidade popular de Goianira”.

Na cidade, um de seus principais bairros leva o nome de Padre Pelágio. “Há um respeito religioso, do ponto de vista de um homem europeu que veio desbravar o sertão goiano e trazer a fé católica, trazer o sacramentos e a possibilidade desse homem do sertão goiano não se sentir desassistido espiritualmente”, comenta o professor.

Padre Pelágio e populares

Também historiador e jornalista, Jalles Naves, filho de Maria Luiza e bisneto de  dona Zuza, que foi figura importante na fundação de Goianira, também teve convivência com Padre Pelágio. A sua bisavó recebia o sacerdote no povoado e servia a ele refeições. “Lembro dele como uma pessoa que estava sempre disposta a se doar, fazer com que as pessoas aprendessem mais. Era uma pessoa atenta e que queria participar, colaborar, fazer com que as pessoas crescessem”, relembra. Em 2019 foi comemorado o ano  devocional ao venerável Padre Pelágio Sauter, que foi encerrado no último dia 24 de novembro. 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno









Newsletter