Notícias

O matrimônio é uma vocação abençoada por Deus

Dom Moacir Silva Arantes apresenta conselhos e a orientação da Palavra de Deus sobre casamento

O matrimônio é um sacramento da Igreja Católica e por isso requer dos noivos não só a vontade de casar, mas sobretudo discernimento. De acordo com o bispo auxiliar da Arquidiocese de Goiânia, Dom Moacir Silva Arantes, Deus não fez todas as pessoas com vocação para a realidade do matrimônio. “É importante que antes de casar, noivar, a pessoa conheça o que é o casamento segundo a vontade de Deus, para evitar frustrações, imaturidade e até mesmo uma separação”, explicou.

Dom Moacir pontua que ao nos colocar no mundo Deus pensou na nossa felicidade, que está no ato de amar e ser amado, e para que isto aconteça é necessário que exista outra pessoa além de mim. “Deus criou o homem e a mulher dentro da perspectiva do relacionamento, pensando que deste relacionamento saiam frutos de amor”, destacou.

Preparação

Para os jovens e também casais que estão com a intenção de se casarem, Dom Moacir aconselha a busca de conhecimento para viver esse projeto de Deus. “A preparação para o matrimônio é muito importante, pois a pessoa precisa desenvolver dentro de si certas aptidões. Um dos caminhos para a felicidade é saber o que se espera de um matrimônio, quais são os deveres para que este projeto abençoado pelo Pai aconteça”, afirmou.

Atualmente, as igrejas católicas oferecem o curso de noivos para os casais que desejam conceber o matrimônio. Porém, isto tem mudado para que as paróquias e comunidades consigam cada vez mais acompanhar e auxiliar os casais não só no fase do pré-casamento. “Nós buscamos oferecer não só palestras, mas também acolhimento, acompanhamento e discernimento. São grupos menores de casais que trocam experiências, tiram dúvidas, aconselham para preparar as pessoas para a realidade da vida familiar”, pontuou o bispo.

Dom Moacir alerta para que os casais não se iludam achando que o matrimônio é o que se prega nas novelas e na mídia em geral. “A vocação matrimonial pede conhecimento da Palavra de Deus, o entendimento de que amar não é um sentimento e sim cuidar do outro com gestos, palavras e renúncias, pois só assim é possível servir ao outro e que ambos possam servir a Deus”, explicou.

Por fim, para aqueles que estão enfrentando dificuldades na vida matrimonial que busquem a Deus antes de tudo. “O casal tem que rezar, se colocar diante do Pai Eterno com suas fraquezas, buscar interceder um pelo outro, sempre com o propósito de progredir, melhorar e dialogar sempre. Buscar a Palavra de Deus também é importante, pois é Ele quem deve ter a última palavra na vida do casal. Eu costumo dizer que para todo casamento que se inicia duas pessoas têm que morrer: o homem solteiro e a mulher solteiro, pois a partir disso, uma nova vida começa”, finalizou Dom Moacir.

 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.
2 Cometários
  • Neófita
    11/12/2019 - 13:24:36

    Como fazer para casar na igreja em segunda união? Meu marido foi casado na igreja evangélica e depois na católica com a mesma pessoa. Ambos se separaram em 1990. Ele conviveu com a segunda esposa de 1992 até 2007.
    Estamos casados em comunhão de bens desde 2012. Faço parte da Legião de Maria desde 1985, Queremos casar na igreja. Recebemos apenas a bênção das alianças e o juiz de paz.

    • Pollyana Reis
      11/12/2019 - 14:53:56

      Olá, Neófita,

      o mais indicado é você procurar a orientação do pároco da sua comunidade. Mas de modo geral, a Igreja Católica não permite o matrimônio em segunda união.
      Que o Pai Eterno abençoe você e sua família!

    TV Pai Eterno




    Baixe o aplicativo Pai Eterno

    Google Play
    App Store