Notícias

No dia 24, a Igreja Católica começa a vivenciar o Tempo do Natal

Depois da Páscoa, este é o período mais importante para os católicos, pois é o início do projeto de Salvação do Pai Eterno

 

 

No último domingo, 22, a Igreja Católica em todo o mundo encerrou o Tempo do Advento, que são as quatro semanas de preparação para o Natal. Hoje, véspera natalina, a Igreja dá início ao Tempo de Natal. “Começamos o Tempo do Natal. Aliás, o mercado, totalmente fora do sentido que estamos celebrando, comemora o Natal muito tempo antes. Na liturgia da Igreja, começamos a celebração do Natal na noite do dia 24 de dezembro, com uma alegria que se prolonga até a Festa do Batismo do Senhor, que costuma ocorrer após o domingo da Epifania do Senhor”, destaca o missionário redentorista Ir. Diego Joaquim.

De acordo com o religioso, neste tempo, celebramos o cumprimento da promessa de Deus de enviar-nos um Salvador, que se fez carne no ventre de Maria de Nazaré. “É Deus entrando em nossa História, e iniciando sua trajetória vivendo as mesmas adversidades que nós, como a pobreza, o risco da morte, as tradições religiosas”, explica Ir. Diego.

Datas especiais

O Tempo de Natal é composto por diversas celebrações que relembram o início da vida de Jesus. Além de enaltecer as pessoas que disseram sim a Deus e permitiram que a Salvação chegasse ao nosso mundo por meio do Senhor. “No Tempo do Natal, temos a celebração dos primeiros mártires, também chamados de santos inocentes, que recorda o assassinato de todas as crianças de Belém por ordem de Herodes (Mt 2,16). Temos também a Festa da Sagrada Família de Nazaré, a Festa de Maria Mãe de Deus, a Epifania do Senhor (que recorda a visita dos Magos), e a Festa do Batismo do Senhor”, pontua Ir. Diego Joaquim.

Este período na Igreja Católica é especial, pois é onde os fiéis renovam a fé e a esperança nas promessas do Pai Eterno. O missionário redentorista, Ir. Diego Joaquim, destaca que a resposta de Deus para nós está no Seu Filho Jesus. “Deus envia seu próprio Filho para estar conosco. Ele está no meio de nós! Ele veio nos trazer a esperança de que nós podemos viver como filhos amados do Pai Eterno. O Natal nos faz entender que Deus nos ama, e que é possível amar. Se não fosse assim, Deus não teria vindo até nós!“, finaliza.

Por isso, aproveite o Natal para fortalecer os laços de amor, fé e fraternidade na sua família e sua comunidade. Vamos buscar ser sinal de Deus na vida dos que mais precisam, assim como Jesus é o grande sinal de Deus para nós.

Feliz Natal!

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store