Notícias

Médico se recupera de acidente e agradece ao Divino Pai Eterno por sua vida

Há três anos ele percebeu o poder de Deus em sua vida. Hoje, sem sequelas, é grato pelas bênçãos recebidas

A fé é o principal combustível para enfrentar os momentos de dificuldades e o cirurgião oncologista Eduardo Sabino de Souza Lima, de Goiânia (GO), dá testemunho disso. Há três anos sofreu um grave acidente de moto e se viu em uma situação que jamais imaginou passar. “Eu estava indo trabalhar e em uma rotatória eu fui desviar de um animal, bati de com a moto e caí. O problema foi o jeito que eu caí, não foi a velocidade. Na hora passou uma pessoa que parou, ligou para o SAMU, mas a ambulância demorou em torno de duas horas para chegar”, conta.

Mesmo diante daquela realidade, ele teve forças para orientar a esposa com os primeiros socorros. Por ser médico, já tinha noção do que estava acontecendo e quando a ajuda chegou foi encaminhado para o hospital, onde foi entubado e passou a respirar com a ajuda de aparelhos. Além da cirurgia de emergência, ele ficou oito dias na UTI e vários outros no leito do hospital. Quando voltou para casa, ficou mais um mês em internação domiciliar. “Eu quebrei todas as costelas do lado direito. Rasguei o pulmão e tive um trauma no fígado bem complexo e de difícil controle”, lembra.

Tanto tempo em tratamento fez com que refletisse sobre a vida e quando pensou em desistir, teve provas de que o Pai Eterno tinha um propósito maior para ele. Deus usou uma pessoa para falar que tudo isso tinha um propósito na vida dele. “Ela chegou e disse: ‘Meu filho, eu não te conheço, eu não sei nem quem você é, mas Deus tem um propósito muito grande na sua vida’. E aquela palavra na madrugada, com dor, foi um conforto que não tem como explicar. Uma pessoa com tantas tragédias pessoais chegar e trazer tantas energias positivas, realmente foi uma pessoa que me inspirou, inspira até hoje. Já tem três anos e eu não esqueço dona Neusa”, disse.

E assim, Eduardo entendeu que precisava experimentar as coisas boas que a vida oferecia e percebeu também que podia aliviar a dor do outro exercendo sua profissão com ainda mais amor. “Cada um tem uma missão de fato, cada um tem um propósito. E acho que muitas pessoas passam a vida inteira procurando essa resposta. Naquele dia eu acho que tive a minha resposta. Eu descobri que meu propósito não é só salvar vidas, talvez seja salvar almas.  Quando chega uma pessoa doente no consultório, a partir desde dia eu não estou preocupado só com o físico dela, mas também com o problema interno”, afirma o médico.

Sem esquecer que o remédio principal é a fé, Eduardo reconhece o poder de Deus em sua recuperação. “Durante esse tempo que fiquei internado em casa, com sonda, todos os dias de manhã eu acordava e ia para um cantinho tranquilo e ficava pensando. E um dos meus pensamentos, meus estudos, era justamente sobre o Pai Nosso. Então, prestar atenção no que a reza diz e tentar ser uma pessoa melhor a partir daquilo que você reza, acreditar naquilo faz toda a diferença. Só fazer por fazer, não adianta”, afirmou.

Ele enfrentou essa batalha com as armaduras da fé, da confiança e da oração e venceu! Graças à intercessão de Nossa Senhora a bênção do Pai Eterno foi derramada e hoje ele não possui nenhuma sequela. “Muita gente comentava que eu não passaria dessa. Hoje, três anos depois, de fato eu vejo que fiquei em estado muito crítico, mas acho que foi tanta fé ao meu redor, tanto da minha esposa, família, amigos, pacientes, uma rede de oração que eu nunca pensei que existisse. Acho que foram tantas orações que o que me salvou não foi o remédio. Realmente tenho fé de que foi isso que me aconteceu e me fez mudar”, afirma.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store