Notícias

TV Pai Eterno: Um ano de evangelização pelo Brasil

Pe. Robson de Oliveira fala sobre o trabalho pelos meios de comunicação, ressalta o desafio de propagar a devoção ao Pai Eterno e parabeniza a TV pelo primeiro aniversário. Confira entrevista!

Nesta sexta-feira, 15 de maio, a TV Pai Eterno completa seu primeiro ano de existência. Lançada em 2019, a TV das bênçãos do Pai tem uma programação católica de 24 horas feita com muito carinho para os devoto do Divino Pai Eterno de todo o Brasil. São mais de 1,8 mil cidades com alcance da TV, o que permite que o amor do Pai chegue dentro da casa de milhares de pessoas por todo o país. A TV foi idealizada pelo reitor do Santuário Basílica e Presidente-Fundador da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), Pe. Robson de Oliveira, que conta com a ajuda dos associados para a realização de mais este sonho e obra de evangelização. Em entrevista especial, o Missionário Redentorista falou sobre os desafios e a qualidade do trabalho realizado por uma equipe que preza pela qualidade e sensibilidade que a devoção ao Pai Eterno exige. Leia a entrevista: 

Padre Robson, um ano de TV. É uma grande conquista?

Pe. Robson de Oliveira: Uma conquista sem igual! Um trabalho que nem imaginamos que chegaríamos a este ponto. É um trabalho que tem pelo menos três anos de conversa, de negociações, de todo um planejamento do que apresentamos para as pessoas, de que maneira e sobre o que queremos com a TV. Quando nós definimos que teríamos a TV Pai Eterno, foi algo muito amadurecido e o resultado de um sonho belíssimo, fantástico. Sempre estivemos em televisões terceirizadas e agora temos a nossa própria TV, a TV dos filhos amados do Pai Eterno. Isso é muito bonito e quando celebramos isso, celebramos com muita alegria no coração.

Padre, por que criar uma emissora voltada especificamente à devoção ao Pai Eterno?

Pe. Robson de Oliveira: Imagina o quanto é importante isso na vida das pessoas. Uma coisa é eu estar ligado em momentos de um canal, que tem outras programações, devoções e tudo mais, que tem uma política própria de trabalho. E outra coisa é ter uma programação 24 horas voltada a uma devoção, que é a devoção das devoções. Eu digo isso com toda a sinceridade do meu coração. Falar de Deus 24 horas é pouco, nós precisamos contemplar este mistério. Então, quando nós temos uma TV nacional, que cresce a cada dia e graças aos próprios filhos do Pai Eterno, que pode levar essa comunhão, esse amor, a espiritualidade do Pai aos corações mais do que em um momento só de uma novena ou de de uma missa, nós temos um presente de Deus. É uma graça de Deus acontecida. É como se o Senhor, nosso Deus e Pai estivesse nos coroando com este presente dizendo: “Falem mais de mim, continuem levando meu amor aos corações dos meus filhos.”

Como reitor do Santuário Basílica e Presidente-Fundador da Afipe, o senhor consegue fazer uma avaliação deste primeiro ano de TV Pai Eterno? O senhor esperava mais, menos? Como tem sido o retorno dos devotos?

Pe. Robson de Oliveira: As pessoas agradecem e ficam muito felizes com isso. Já fazia parte do nosso planejamento estratégico lá em 2005, feito bem no começo da Afipe, levar o Santuário para a TV e, de repente, nós fomos conquistando condições e possibilidades de poder adquirir um canal próprio. Isso foi muito importante para nós. Nossa programação já começou bem, começou com um conteúdo forte, um ambiente muito bem estruturado, com uma força de espiritualidade muito bem expressada. Então, acredito que a TV se deu muito bem, e continua amadurecendo ainda mais o seu trabalho. Um ano somente, mostrando as bênçãos do Pai Eterno para as pessoas com qualidade, competência e de forma admirável.

Não temos como negar, o mundo está triste. Por mais que tenhamos a alegria de comemorar um ano de TV, a realidade de tantas mortes é delicada.  A TV tem tido a função de aproximar o devoto da devoção?

Pe. Robson de Oliveira: Sim! E acredito que a TV é um caminho muito forte para isso. Não só a TV, mas também as redes sociais, onde estamos presentes. As pessoas ficando em casa e procuram mais esses caminhos. Percebemos a sede e a fome de Deus das pessoas, de forma presencial a estar na igreja, mas não é aconselhável. Eu sempre digo aos padres, para os meus colegas de trabalho e para minha equipe, que neste tempo de pandemia, pela graça de Deus nós temos a possibilidade de continuar na vida das pessoas. Não estamos nos aventurando em coisas maiores, mas podemos estar na vida das pessoas pela tela da TV, do celular. Neste tempo de dor, nós temos a possibilidade de levar um pouco mais de consolo aos corações, e mesmo sendo um tempo assim, a TV está preparada com conteúdos, orações, com uma forma muito presencial, só que virtual. Ninguém vai perder essa conexão com Deus porque está em casa, cuidando da própria saúde. É muito importante que isso aconteça, que as pessoas cuidem da própria saúde, porque é dom de Deus, é abundancia de Deus. É uma vida feliz, cheia de Deus. E a TV consegue fazer essa comunhão, consegue ser continuada, mantida. Graças a Deus, nós temos a TV Pai Eterno neste tempo tão difícil de dor na vida das pessoas.

Padre, defina a TV em uma palavra. Qual seria e por que? 

Pe. Robson de Oliveira: Desafio! Por que? Porque nós precisamos crescer! Precisamos levar ainda mais o Evangelho para as pessoas, precisamos alcançar ainda mais os lares. Estamos, ainda, no processo de planejamento para expandir a TV e a TV aberta. Temos a instalação de centenas de lugares para ser feito. Queremos levar o sinal aberto para que todos consigam, com a condição mais simples e fácil, acompanhar o trabalho aqui de Trindade. Então, desafio é a palavra. O desafio do crescimento, desafio de levar Deus ainda mais longe, de entrar na vida das pessoas levando o amor de Deus para cada uma. O desafio de levar a Palavra certa para a pessoa certa, no momento certo. Desafio de fazer crescer a evangelização ainda mais. Estamos orgulhosos, mas ainda não prontos! Sabemos que na comunhão de filhos amados chegamos até aqui. Estamos construindo uma igreja nova, temos uma TV nacional, temos uma caminho muito bonito percorrido até aqui e o desafio é o que nos traz saúde, cura e felicidade. Saúde e salvação tem tudo a ver, pois uma pessoa feliz é uma pessoa saudável, de bem com a vida. Podemos ser felizes de fato não com essas coisas que o mundo mostra, nós só podemos ser felizes de fato com Deus a frente de tudo. E o nosso desafio é levá-Lo a esses corações que ainda não O conhecem.

 

 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.
2 Cometários
  • Janete Bludeni
    15/5/2020 - 11:47:46

    Parabéns !!!! Que bom ter uma TV de qualidade propagando a fé cristã ! Parabéns Padre Robson pelo seu profícuo trabalho ! Sou fã incondicional !

  • GILDA APARECIDA RICCIARDI
    15/5/2020 - 17:31:02

    Hoje é dia de festa! A alegria tem um sentido maior e nos leva a agradecer ao
    Divino Pai Eterno por mais uma grande graça alcançada!
    Padre Robson, desafios vencidos, objetivos alcançados, sonho realizado!
    Felicidade por termos um Meio de Comunicação sadio, abençoado, que adentra em nossos lares levando o amor e a devoção ao Divino Pai Eterno!
    PARABÉNS, PADRE ROBSON!
    PARABÉNS, TV PAI ETERNO!

  • TV Pai Eterno

    MATÉRIAS RELACIONADAS






    Baixe o aplicativo Pai Eterno

    Google Play
    App Store