Notícias

Devoção ao Sagrado Coração de Jesus: amor e reparação do mundo

Pe. Joãozinho fala sobre o carisma da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus

Quem é fiel devoto do Divino Pai Eterno e telespectador assíduo da TV Pai Eterno ao certo está acompanhando e rezando diariamente a Novena ao Sagrado Coração de Jesus com o Pe. Robson de Oliveira, reitor do Santuário Basílica de Trindade e presidente-fundador da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe). A devoção ao Sagrado Coração de Jesus remete os cristãos católicos à grandeza do amor do Pai Eterno por nós. Por isso, a Novena é um momento de oração e unidade, quando os filhos e filhas do Pai Eterno se unem para alcançar o coração misericordioso de Jesus para receber Dele bênçãos e graças para suas vidas e suas famílias.

Exemplo de quem vivencia esta devoção como carisma em sua vida sacerdotal, e também como cristão, é o  Pe. Joãozinho. Ele é da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, doutor em Teologia, Educação e Espiritualidade. Nascido em Santa Catarina, atualmente, ele vive em Taubaté (SP), onde é professor e cotidianamente, desde que entrou para o seminário, aos 11 anos, estuda, aborda e vive a devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

“Em 1976 eu entrei para o seminário e foi lá que tive mais contato com a espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus. Hoje, eu carrego uma cruz comigo, todos os dias rezo o terço, e ele tem a cruz do coração aberto, que resume tudo que eu aprendi sobre o Sagrado Coração de Jesus nesses 56 anos de vida e, praticamente 46 no seminário. Toda espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus se resume nesta cruz, já que o Coração de Jesus é um coração aberto”, afirma o padre.

Ele ressalta que diante a cruz, com Jesus crucificado, estava Maria, Maria Cleófas, Maria Madalena e João, o discípulo amado. Então, veio um soldado e transpassou uma lança, que quando perfura o coração jorra água e sangue. “No sangue, a Igreja entende a Eucaristia; e, na água o Batismo. Ali, nasceram a Igreja e os Sacramentos. Foi o primeiro Pentecostes. Esse coração aberto é símbolo da primeira parte do nosso carisma, a oblação, a disponibilidade, a oferta de si, o grande ‘Amém’. Quando a gente tem o coração aberto, a cruz tem as arestas aparadas. Então, o coração aberto apara as arestas, ou seja, o coração aberto repara, apara, concerta as arestas. Resumindo, é possível resumir a devoção ao Sagrado Coração de Jesus com essas duas palavras: amor e reparação. Ou seja, um coração aberto: amor, doação, entrega com a capacidade carismática de aparar as arestas do mundo, suavizar cruzes”, conclui Pe. Joãozinho.

Centenas de pessoas rezam todos os dias, pela TV e internet, a Novena ao Sagrado Coração de Jesus e já podem testemunhar muitas graças alcançadas. “É uma novena milagrosa! Muitas graças serão alcançadas pela misericórdia do Sagrado Coração de Jesus. Agradeço ao Pai Eterno pela oportunidade de poder chegar até os devotos levando as graças e bênçãos do Senhor”, pontua Pe. Robson.

Confira os horários Novena ao Sagrado Coração de Jesus:

  • TV Pai Eterno

Seg. a Sex.: 7h45, 10h30 e 18h
Sáb.: 6h30 e 14h15
Dom.: 7h e 12h15

  • Facebook da TV Pai Eterno e YouTube

Seg. a Sex.: 7h45
Sáb.: 6h30
Dom.: 7h

  • RedeVida

Seg. a Sex.: 7h45 e 10h30
Sáb.: 6h30
Dom.: 7h

Santo Terço ao Sagrado Coração de Jesus

  • TV Pai Eterno

Seg. a Sáb.: 6h
Dom.: 5h30

  • RedeVida

Seg. a Dom.: 6h

 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store