Notícias

Igreja Matriz de Trindade: Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

Inaugurada em 1912, a capela guarda a evolução da história da devoção ao Divino Pai Eterno

A tradicional Igreja Matriz de Trindade, conhecida também como Santuário Velho, foi construída em 1912. Quem teve a iniciativa foi o Missionário Redentorista padre Antão Jorge, que contou também com o apoio da comunidade local. A intenção era acolher o grande número de romeiros que vinha constantemente prestar homenagens ao Pai Eterno e já não cabiam na antiga capelinha feita anteriormente na região do Barro Preto, atual Trindade (GO).

No dia 8 de setembro de 2012, o Santuário Matriz completou 100 anos de inauguração, com uma estrutura em estilo colonial. Pelo fato de ter tido sua originalidade mantida, a igreja centenária se tornou peça chave na preservação da história e da fé.

A construção, marcada por traços da antiguidade, hoje representa a devoção ao Divino Pai Eterno e carrega consigo toda uma tradição. Por esse motivo, o local foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. No ano seguinte, em 5 junho, o Santuário Matriz de Trindade foi tombado novamente e recebeu o título de Patrimônio Cultural Material do Brasil, também pelo Iphan.

De acordo com o instituto, a igreja materializa a ocupação do interior do País, em que pessoas simples, amparadas em sua fé e movidas por um ideal comum, migraram, instalaram-se em uma porção de terra e sacralizaram o que, até então, era apenas um lugar comum. O templo tem relação direta com a Romaria, que recebe anualmente cerca de 3 milhões de devotos. Desde sua primeira construção, em 1843, ele é um polo dinamizador dessas expressões culturais, sendo um componente referencial do evento religioso, que é, hoje, o segundo maior do Brasil.

Recentemente, em 2019 e 2020, a Igreja Matriz passou por mais uma restauração. De acordo com o pároco, Pe. João Bosco de Deus, a restauração da igreja foi um grande presente para a Capital da Fé de Goiás. “A Igreja Matriz passou pelo processo de restauração com a obra financiada pelo Iphan, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. O investimento foi de 870 mil reais dos cofres públicos. Uma obra séria e necessária para o bem estar do romeiro e de todo o povo daqui de Trindade”, afirma.

O Santuário recebeu todas as melhorias necessárias. “Parte do madeiramento foi trocado, das torres também. Parte do taboado na frente também foi trocado e foi feito todo um trabalho de alvenaria, pintura total interna e externa”, pontua o pároco.

“Primeiramente o conforto do romeiro é nossa maior preocupação, além da sua segurança. Quem vem a Trindade, entra em uma igreja como essa centenária, precisa ver que tomamos todos os cuidados com a manutenção da história. O piso, o madeiramento, a pintura tem que estar tudo em dia para que nenhum acidente ocorra por aqui. O Iphan participa, fiscaliza e garante que nada dê errado. Nós aqui da Igreja acompanhamos o dia a dia e recebemos quem vem a igreja”, destaca Pe. João Bosco.

Fonte: Afipe

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store