Concretagem

O que é concretagem?

O processo é longo e trabalhoso, mas garante o avanço da construção com segurança e qualidade

A construção da Nova Casa do Pai Eterno, em Trindade (GO),  segue a todo vapor. Diariamente, pedreiros, engenheiros e técnicos trabalham com dedicação para cada etapa ser concluída. Segundo o engenheiro Marcos Vinícius, o complexo religioso é uma obra de grande porte e esta dividida em setores. “É como se cada setor fosse uma construção distinta”, explica.

Atualmente, a obra passa pela fase de concretagem. Ela é a parte final após toda a parte de formas, armação, e cimbramento. “Estamos concluindo a concretagem da parte externa e agora vamos partir para os pilares da sacristia, que dão sustentação a toda a estrutura. Temos as armações pesadas e as formas. Depois teremos a concretagem dessa estrutura de ferro”, pontua o engenheiro civil de produção, Maurício Marques.

De acordo com o engenheiro Marcos Vinícius, o principal foco da concretagem é da igreja propriamente dita. Ela é em formato de cruz e dividida em seis setores. “No momento, estamos em fase de concretagem dos setores A e F, que são os braços da cruz e parte da cabeça da cruz, que é o setor B”, esclarece.

Curiosidade

Um detalhe sobre a concretagem que é novidade para quem não trabalha com construção é que o concreto não se trata de cimento. Ele é composto por várias coisas, inclusive o cimento. O engenheiro Marcos Vinícius explica que de forma geral a receita do concreto inclui: água, cimento, brita, areia, aditivos para fluidez e maleabilidade do concreto para moldá-lo de acordo com as necessidades do projeto. Mas não é uma receita simples: “Há toda uma ciência por traz da produção do concreto utilizado em todo o complexo religioso, pois é um local que vai receber milhões de pessoas e muitas vezes milhares em um só dia. Avaliamos a características de resistência do concreto, esforços de carregamento, fadiga, qual deve ser a composição dele para atender o objetivo para o qual foram dimensionados, então tudo é feito com muito estudo”, destaca.

O concreto precisa resistir a parâmetros específicos de elasticidade, retração, resistência compressão e mais uma série de requisições que o projeto exige. “Por isso antes de lançarmos o concreto na estrtura armada nós fazemos uma série de testes, inclusive depois que ele é lançado também fazemos ensaios de extração e rompimento para avaliar a segurança e qualidade do concreto”, afirma o engenheiro.

Por uma questão de logística, no canteiro de obras há uma usina para otimizar o trabalho de produção do concreto. “Devido ao grande volume diário que utilizamos de concreto e o fato de não ter uma usina deste tipo próximo a obra, nós temos uma usina aqui no local. Além disso, este concreto exige um controle de qualidade maior, ele não é usual, é diferenciado e precisa ser elaborado com muita atenção”, explica Marcos Vinícius.

A Nova Casa do Pai Eterno sem dúvida vai ser um lugar muito especial, por isso desde o início cada detalhe tem sido realizado com muito carinho. Inclusive contando com a ajuda ativa e as orações dos milhões de devotos do Divino Pai Eterno que anseiam para ver esta obra finalizada. “Esta obra é muito especial, por isso toda a estrutura de concreto armado é dimensionada para suportar cargas altíssimas, já que durante o ano todo, especialmente durante a Romaria, a igreja vai receber uma multidão de pessoas. Nós consideramos os esforços significativos para o perfil da igreja, então todo complexo é pensado para os picos de visitação em que chegamos a receber 300 mil pessoas por dia durante a festa e com a perspectiva de que este número vai aumentar”, finaliza Marcos Vinícius.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno