Andamento

Engenheiro do Novo Santuário faz balanço do ano de 2020

Em razão da pandemia, algumas mudanças precisaram ser feitas na construção do Novo Santuário, durante o ano de 2020

 

O ano de 2020 foi um ano de muitas mudanças radicais em razão da pandemia do novo coronavírus. Uma série de ações precisou ser criada para conter a disseminação desse vírus desconhecido. Diante dessa nova realidade, tudo no mundo precisou passar por modificações e com a obra do Novo Santuário não foi diferente.

Para adaptar a esse novo fato e manter a obra em atividade, durante esse ano de 2020, o número de pessoal foi reduzido e algumas mudanças precisaram ser feitas de forma imediata. De acordo com o coordenador de projetos da obra, o engenheiro Marcos Vinicius Martins Rezende, uma das principais e significativas mudanças foi a criação de um comitê específico para monitoras as ações e os colaboradores da obra no quesito cuidados especiais contra a Covid-19. “Criamos um comitê para tratar a questão da prevenção da covid-19 com o propósito comum de segurança e não deixar a obra no prejuízo”, destaca.

Segundo ele, esse comitê colaborou muito para controlar os casos de contaminação na obra que foram poucos e manter um ritmo satisfatório de atividades dentro da construção. “Nós, profissionais envolvidos no projeto, nos preparamos com antecedência. Fizemos um planejamento a fim de dar continuidade à obra, se atentando a todos os cuidados necessários”, afirma.

Ele destaca que procedimentos de segurança sempre foram motivos de preocupação dentro da construção e que com a a pandemia, assou a ter ainda mais atenção.“A rotina mudou aqui, claro. O momento exige bastante atenção e tivemos que agregar novas medidas para garantir a segurança de todos os nossos profissionais”, diz.

O engenheiro afirma que a obra não parou e o planejamento e cronograma depois de adaptado em razão da pandemia foi realizado de maneira satisfatória. Mas, segundo ele, tudo está sendo feito com cautela por segurança mesmo. “Não sabemos quando conseguiremos chegar a conclusão dessa etapa em que estamos agora em razão dessas adaptações devido a pandemia, pois precisamos da estabilização da situação sanitária para trabalhar com a nossa capacidade máxima. Porém,  vejo que estamos atravessado essa situação e seguindo com a obra dentro do esperado para um momento como esse”, reforça.

Marcos Vinícius espera que logo as atividades da obra possam ser retomadas em sua integralidade. Estamos em constante avaliação a acompanhando tudo, junto com os gestores da Afipe, para que a obra retome de forma total”, concluí.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno