Semana de oração pela unidade dos cristãos começa nesta segunda-feira

De 18 a 25 de janeiro, os cristãos são chamados por Papa Francisco a orientar-se novamente em Deus

Papa Francisco anunciou ontem, após a tradicional oração do Angelus, o início da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. Nomeado por ele como uma “jornada importante”, o Papa convidou a todos a unir em oração para que “o desejo de Jesus seja realizado: ‘que todos sejam um’ (Jo 17, 21). Unidade que sempre é superior ao conflito”.

Este ano de 2021 o tema da Semana de oração, tradicionalmente realizada entre as festas da Cátedra de São Pedro e a Conversão de São Paulo, baseia-se na advertência feita por Jesus descrito no Evangelho de João.  “Permanecei no meu amor e produzireis muitos frutos” (Jo 15,5-9).

Essa semana especial acontece, todos os anos de 18 a 25 de janeiro no hemisfério norte, enquanto no sul, onde janeiro é um período de férias as Igrejas celebram em outras datas. No Brasil é celebrada entre a Ascensão e Pentecostes, um período igualmente simbólico para a unidade da Igreja. Em Roma será o Papa, como já é de costume, que encerrará a Semana dia 25 de janeiro na Basílica de São Paulo Fora dos Muros, presidindo a celebração das Vésperas junto com os representantes das outras Comunidades Cristãs.

Calendário da Semana de Oração de 2021

Ao longo desses oito dias, o convite é para que as pessoas possam orar e meditar baseados nos ensinamentos do Evangelho de João por meio dos versículos da conhecida passagem da videira e o sarmento. No primeiro dia, chamado por Deus: “Vós não me escolhestes, eu vos escolhi” (Jo 15, 16a); no segundo, Amadurecendo internamente: “Permanecei em mim, como permaneço em vós” (Jo 15, 4a); no terceiro, formando um só corpo: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei” (Jo 15, 12b). Depois, no quarto dia será feita uma reflexão sobre o profundo sentido de orar juntos: “Já não vos chamo servos… chamo-vos amigos (Jo 15, 15). No quinto dia deixando-se transformar pela Palavra: “Vós já estais purificados pela palavra (Jo 15, 3). No sexto dia acolhendo outros: “Ide produzir frutos, frutos que permaneçam (Jo 15, 16b). Crescendo na unidade é o aspecto que se dará atenção no sétimo dia: “Eu sou a vinha, vós sois os sarmentos” (Jo 15, 5a), para concluir, no oitavo dia reconciliando com toda a criação: “Para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja perfeita” (Jo 15,11).

Mesmo em quarentena, a Comunidade de Grandchamp reza os textos do subsídio

A Comunidade de Grandchamp, na Suíça foi confiada a tarefa de escrever os textos do subsídio para este ano. Ela é formada, atualmente por cerca de cinquenta irmãs de diferentes tradições cristãs e de diferentes países. Fundada na primeira metade do século XX, desde o início cultivou fortes laços tanto com a Comunidade de Taizé quanto com o Padre Paul Couturier, figura chave na história da Semana de Oração.

Essas irmãs religiosas estão em isolamento desde 5 de janeiro por causa do coronavírus e tiveram que readequar a maneira como viviam passando a rezar em seu próprio quarto, fechar as portas da acolhida e cancelar as celebrações planejadas. Porém, os sinos do meio-dia continuam a bater. “A pandemia não pode parar a oração”, ressalta a Irmã Svenja, convidando as pessoas a seguir as atualizações online que estão fazendo. “Talvez este seja o tempo para alimentar a oração pessoal”, lemos na página Facebook delas, “e para viver ainda mais profundamente o tema que preparamos”, diz ela.

Fonte: Afipe com informações de Vaticans News.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno