Apoio Espiritual

Três novos diáconos são ordenados no Santuário Basílica do Divino Pai Eterno

Diaconato é o primeiro grau o Sacramento da Ordem, uma vocação dada por Deus.

Viver uma vida religiosa é atender a um chamado do Pai Eterno. É saber que nada é mais importante do que abraçar a missão confiada pelo nosso senhor, que capacita seus filhos para serem servos capazes de orientar os irmãos no caminho da salvação. E ao ouvir o chamado de Deus, três jovens decidiram se entregar aos planos grandiosos que o Pai tem pra vida deles.

No último fim de semana foi celebrada a ordenação Diaconal dos frateres Kevyn Freitas Santos, Luís Carlos Roque e João Paulo Vaz. A missa de ordenação aconteceu no Santuário Basílica do Divino Pai Eterno em Trindade e contou com a presença de leigos e leigas e de vários religiosos que fizeram questão de prestigiar esse momento em que a igreja e a comunidade acolhem os três novos diáconos.

Sob o rito emocionante de ordenação, os candidatos se prostram em frente ao bispo num sinal de prontidão e, é a partir da imposição das mãos do bispo que os eleitos se tornam diáconos. O Diaconato é uma das maneiras mais nobres de servir. É o primeiro grau do sacramento da ordem. Isso quer dizer que em breve os três serão ordenados padres. “A palavra Diácono significa aquele que se coloca a serviço e na igreja de modo especial é ao serviço da Palavra e aos irmãos. Então o que se espera, é pessoas que se dispõem para o serviço da Palavra de Deus e o serviço da Caridade aos irmãos e irmã”, explica o reitor do santuário Basílica, Padre João Paulo Santos CSSR.

A celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano de Goiânia dom Washington Cruz, que falou sobre a expectativa da igreja ao ordenar os religiosos. “A igreja espera que eles sejam fieis a sua missão ao ministério da palavra, da liturgia e da caridade o exercício da caridade e misericórdia é uma missão especial ao diaconato”.

Ao olhar para trás os jovens percebem o quanto o caminho já percorrido até aqui foi desafiador e ao mesmo tempo abençoado. E para o futuro as expectativas são as melhores. Isso porque eles têm a consciência de que o Pai Eterno é quem da a força necessária para seguirem nesta caminhada. “Tenho esperança em que eu possa cada vez mais firmes na fé, alegre na esperança e fervoroso na caridade ser um missionário redentorista para o povo de Deus”, diz o diácono Kévyn Freitas.

A generosidade o amor e a bondade do Pai Eterno são infinitos. E é sabendo desta verdade que os novos diáconos aceitaram cegamente seguir o caminho preparado por Deus a cada um deles “Aqui entrego a minha vida definitivamente a Congregação do Santíssimo Redentor”, diz o Diácono Luiz. O diácono Carlos João Paulo Vaz também olha para o futuro com muita esperança. “Peço a Deus coragem. Audácia, para continuar espalhando o evangelho da copiosa Redenção”, finaliza.

 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno