Apoio Espiritual

Como vivenciar a Quaresma?

Pe. Walmir Garcia reflete sobre a importância de atitudes que nos levem à conversão

Católicos do mundo todo estão vivenciando a Quaresma, um tempo em que devemos ter atitudes que nos levem à conversão, por meio da oração mais intensa, do jejum e da caridade. Trata-se de um período que nos lembra dos 40 dias de sofrimento vividos por Jesus Cristo no deserto e, consequentemente, nos faz refletir sobre a nossa missão como cristãos.

Neste tempo, devemos olhar para nós mesmos e penitenciar os nossos erros para a conversão rumo à mudança de vida. É momento de reconhecer que somos limitados e temos erros a serem corrigidos”, afirma o Missionário Redentorista Pe. Walmir Garcia.

Cada um vivencia este período de uma forma. A devota Sirlei Lemes, de Itapuranga (GO), por exemplo, não come carne durante a Quaresma. “É uma tradição que vem dos meus pais e que faço questão de seguir. Afinal, devemos fazer algum sacrifício para vivenciarmos, de fato, esse período de conversão”, reflete.

Tradição

O jejum também é uma prática cristã neste período quaresmal. Segundo Pe. Walmir, hoje, se pede dois dias como exigência do jejum: a Quarta-feira de Cinzas e a Sexta-feira da Paixão.

“Nos outros dias, devemos procurar fazer abstinência, como deixar de comer carne às sextas-feiras ou outra coisa que lhe faz falta. Tudo isso para frear os nossos instintos exagerados e desejos que não condizem com os planos de Deus”, finaliza o religioso.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno