Especial

A luz do Espírito Santo, a força do Pai Eterno!

Saiba mais sobre Pentecostes, uma das importantes celebrações do Calendário Litúrgico da Igreja Católica

Neste domingo, 23, a Igreja Católica celebra Pentecostes, data importante do Calendário Litúrgico, que lembra a descida do Espírito Santo aos apóstolos e Jesus Cristo. De acordo com  Pe. Rodrigo de Castro, reitor do Santuário Sagrada Família, em Goiânia (GO), a data deve ser celebrada com muita alegria, oração e renovação da fé.  “Jesus, que está no céu, promete para nós e envia o seu Espírito Santo. Por isso, nós estamos celebrando, nesta semana, este espírito da Ascensão, Jesus que vive ressuscitado. Porque ele foi elevado aos céus, agora no Domingo de Pentecostes, nós celebraremos a descida do Espírito Santo de Deus. Nos últimos dias, celebramos umas das novenas mais importantes da vida da nossa Igreja, que é a primeira novena, a novena em que Nossa Senhora rezou juntamente com os apóstolos, no cenáculo, pedindo a descida do Espírito Santo sob eles, os seja, é a Igreja que nasce”, afirma o padre.

Saiba mais:

Ainda de acordo com o reitor, no Ato dos Apóstolos, na Bíblia, é possível encontrar os quatro Evangelhos de Cristo. “Nós podemos dizer que nos Atos dos Apóstolos está o Evangelho do Espírito Santo. Por isso, no capítulo segundo, nos versículos um ao 11, nós vamos ver claramente a grande Festa de Pentecostes. ‘Neste dia, estavam todos reunidos no mesmo lugar, de repente veio do céu um ruído como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa, onde estavam sentados os apóstolos e a Virgem Maria, porque eles ficaram nove dias pedindo essa descida do Espírito Santo’. Na Festa de Pentecostes, nós temos esta beleza do número 50, porque há semanas, nós celebrávamos a Páscoa, no dia 40, e Pentecostes é no dia 50, que na Bíblia podemos compreender este nome. Pentecostes significa quinquagésimo, ou seja, depois da Páscoa, 50 dias, claramente o Espírito Santo de Deus vem sobre nós”, explica Pe. Rodrigo.

Pentecostes e o Sacramento da Crisma

Para o cristão, ser crismado representa “receber o Espírito Santo”. Daí a importância, de acordo com Pe. Rodrigo, em receber o Sacramento da Crisma. “A Crisma coloca o cristão adulto na fé, ou seja, nós recebemos o Batismo, e no dia do nosso Batismo, nós já recebemos o Espírito Santo, porque fomos ungidos com o óleo da Crisma. Por isso, frequentar uma boa catequese de adultos, fazer a Crisma, se dedicar aos estudos do Espírito Santo para que nós possamos ser doutores nos frutos dos dons do Espírito Santo, que hão de permear a nossa vida. O Espírito Santo é essa força que o Pai Eterno nos confere, para que nós possamos estar nesta vida na feliz proteção do Pai”, conclui o reitor.

 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno