Notícias

“Ontem, na missa, me emocionei lembrando do Santuário cheio”, conta Ir. Claudete

Irmãs da Copiosa Redenção colaboram muito com o trabalho de evangelização da Basílica e da Afipe, inclusive neste tempo de Romaria Virtual

O Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO), conta com a colaboração e a parceria das irmãs da Copiosa Redenção, inclusive neste tempo especial de Festa virtual. Elas moram na Capital da Fé de Goiás e contribuem com o trabalho da Associação Filhos do Pai Eterno, no setor de correspondência, onde chegam todas as cartas e intenções, enviadas pelos devotos. 

Natural do Paraná (PR), a Ir. Claudete Ferreira está em Goiás há seis anos, e se dedica ao Pai Eterno com muito amor. “Aos 22 anos senti o chamado de Deus e me decidi. Hoje, depois de 30 anos de vida consagrada eu digo que, para mim, vocação é ser reservada para Deus. É servir”, afirma. 

Desde que chegou em Goiás, Ir. Claudete participa das Romarias como romeira e, também, como colaboradora. “Eu cheguei aqui em fevereiro e já estavam preparando, e eu nem entendia porque tanta preparação. Quando chegou a Festa fui entender a razão. É porque neste momento, é como se o Brasil parasse e vivesse o amor do Pai Eterno aqui em Trindade. Eu senti isso e sinto até hoje, sempre, mas neste tempo de Romaria é ainda mais forte”, lembrou.

Pia União das Irmãs da Copiosa Redenção

Neste tempo de pandemia, a irmã lembra, com saudade, do Santuário cheio de romeiros. “Pra mim é tempo de perceber o quanto o amor Dele se derrama por nós. É um tempo de intenso amor. Sempre me marcou muito, perceber as pessoas, na sua simplicidade, e todas elas terem a certeza que tem um lugar para elas aqui. Ontem, eu estava na missa, e cheguei a me emocionar lembrando do Santuário lotado. Mas, agora, temos a esperança no virtual, pois ele permite nosso encontro, mesmo distantes. Muitas pessoas me falam sobre os momentos que sentem nosso carinho pela TV, sentem que a gente está, de fato, na casa de cada romeiro. O objetivo realmente é sempre falar com cada um que está em casa”, afirmou a religiosa. 

Sempre trabalhando no atendimento aos devotos, Ir. Claudete conta que é um desafio diário. “Quantas vezes nós, irmãs, ligamos aos devotos e eles falam que querem falar com os padres, e nós falamos que entramos em contato a pedido deles, o que de fato é. Nós dividimos os trabalhos, a evangelização. Então, nós somos olhos, ouvidos do Pai, por meio disso. E os devotos entendem que nós somos esse caminho, esse instrumento de amor também. É gratificante!”, comentou. 

O setor de correspondência da Afipe, recebe milhares de cartas, enviadas pelos devotos do mundo inteiro. “As pessoas enviam as cartas com as intenções e nós lemos todas. É uma liturgia diária, é um encontro com cada pessoa. Tem vida sofrida, agradecida. É um contato diário com os filhos do Pai Eterno. E é dali que tiramos a nossa inspiração. São pessoas que estão desenganadas ou agradecidas, e enviam seus pedidos, e todos os pedidos são encaminhados aos pés do Pai Eterno. Temos muitas situações de depressão, principalmente neste momento de pandemia. As pessoas se sentem muito sozinhas, as perdas estão sendo muito comuns e todos ficam com o coração muito entristecido. Mas temos muitas pessoas que ligam para testemunhar milagres e graças”, pontuou Ir. Claudete.

Atualmente, a devoção ao Sagrado Coração de Jesus é presente na programação da TV Pai Eterno. Diariamente tem a novena, às 8h; e o Santo Terço, às 6h e às 13h30. “O mundo dá voltas, muitas voltas e na minha formação inicial, a minha formadora foi apóstola do coração de Jesus e quando eu fui chamada para fazer a Novena eu me lembrei dela. Para mim, é uma experiência única. Quando eu estou ali eu esqueço o resto. Ficamos eu e o coração de Jesus. Nós somos um, ali me sinto como ele. Ali está, eu sinto, a minha vocação de consagrada. Eu sinto que na novena, Jesus realmente está na casa de cada um que acompanha. Tudo isso por amor a mim e amor a cada devoto. O coração de Jesus é uma única casa e eu sinto que é minha morada. São momentos pequenos, rápidos, mas intensos de se entregar ao coração de Jesus”, contou.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno