Redentoristas

Comunidade da Santíssima Trindade: o início da devoção ao Pai Eterno

Paróquia do Divino Pai Eterno recebe apoio da Congregação do Santíssimo Redentor no trabalho de evangelização

A Comunidade Santíssima Trindade, localizada em Trindade (GO), desde seu início é peça fundamental na devoção ao Divino Pai Eterno e nos trabalhos pastorais desde sua fundação como paróquia. Ela é uma das comunidades religiosas da Congregação Redentorista de Goiás, que recebe o apoio da Associação dos Filhos do Pai Eterno (Afipe), por meio da Província, para a realização do seu trabalho de evangelização. Isso acontece, principalmente pela TV, por meio da transmissão da Santa Missa e Adoração ao Santíssimo Sacramento realizadas, de segunda a sexta, na Igreja Matriz, mais conhecida como Santuário Velho.

Tudo começou em 1895, quando os primeiros Missionários Redentoristas alemães vieram a Trindade, antigo Barro Preto, para conhecer o Santuário, uma construção anterior a atual. Do início da devoção, por volta de 1840, aos dias atuais, o Santuário, que acolheu o Medalhão e depois a Imagem da Santíssima Trindade coroando Nossa Senhora, já passou por três construções, sendo a atual a terceira e definitiva.

Com o aumento crescente da devoção, a construção da época não comportava mais a quantidade de romeiros. Em 1911, decidiram construir uma nova e maior igreja para as finalidades da devoção e Romaria. Com a iniciativa do padre Antão Jorge, de outros missionários e do povo trindadense, a igreja tomou forma e no dia 8 de setembro de 1912 a igreja foi inaugurada. Anos mais tarde, com a elevação de paróquia houve a necessidade de missionários para os trabalhos pastorais cotidianos que cresciam na cidade e no Santuário Matriz. Portanto, foi construído o Convento ao lado do Santuário Matriz, hoje mais conhecido como Casa Paroquial. Desde então, o local passou a abrigar os missionários que exerceram e exercem o zelo pastoral e apostólico com os devotos do Pai Eterno, paroquianos e romeiros.

Hoje, na Casa Paroquial, onde está o Convento da Santíssima Trindade, ao lado da Igreja Matriz, vivem dez missionários redentoristas que se dividem entre o trabalho de evangelização, atendimento à comunidade da Capital da Fé de Goiás, batizados, matrimônios, bem como celebração de missas e novenas.

Centenário da Igreja Matriz

No dia 8 de setembro de 2012, o Santuário Matriz completou 100 anos de inauguração, com uma estrutura em estilo colonial. Pelo fato de ter tido sua originalidade mantida, a igreja centenária se tornou peça chave na preservação da história e da fé.

A construção, marcada por traços da antiguidade, hoje representa a devoção ao Divino Pai Eterno e carrega consigo toda uma tradição. Por esse motivo, o local foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. No ano seguinte, em 5 junho, o Santuário Matriz de Trindade foi tombado novamente e recebeu o título de Patrimônio Cultural Material do Brasil, também pelo Iphan.

De acordo com o instituto, a igreja materializa a ocupação do interior do País, em que pessoas simples, amparadas em sua fé e movidas por um ideal comum, migraram, instalaram-se em uma porção de terra e sacralizaram o que, até então, era apenas um lugar comum. O templo tem relação direta com a Romaria, que recebe anualmente cerca de 3 milhões de devotos. Desde sua primeira construção, em 1843, ele é um polo dinamizador dessas expressões culturais, sendo um componente referencial do evento religioso, que é, hoje, o segundo maior do Brasil.

Na busca pela manutenção histórica da devoção ao Divino Pai Eterno, a igreja centenária passou por uma restauração em 2014, com o objetivo de preservar a estrutura original e acolher melhor aos romeiros e trindadenses que marcam presença no primeiro Santuário dedicado ao Divino Pai Eterno, a Igreja Matriz de Trindade.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno