Redentoristas

Padre religioso e padre diocesano. Qual a diferença?

Cada um possui uma vocação e consagração. Saiba mais sobre esta curiosidade da Igreja.

Pregar a Palavra de Deus, celebrar os Sacramentos da Igreja e servir ao povo de Deus. Essas são as principais funções do sacerdote, mas você sabia que cada um possui uma vocação? Alguns se consagram diocesanos, outros religiosos. De acordo com o Missionário Redentorista Pe. Domingos Cardozo, os diocesanos estão a serviço das dioceses.

“Eles têm uma função importante na Igreja, trabalham basicamente nas paróquias. Embora tenham outras funções, o seu trabalho e sua missão principal é servir a paróquia no atendimento ao povo de Deus. Então, eles são subordinados ao bispo, por isso dizemos que pertencem à diocese”, afirma.

Embora os padres religiosos pertençam também ao clero da diocese, eles se diferem quando se trata da área de atuação, pois fazem parte de alguma congregação, possuem carismas e espiritualidades, conforme o fundador. Os Missionários Redentoristas, por exemplo, vivem de acordo com os princípios de Santo Afonso Maria de Ligório, pregam as missões populares para as comunidades mais pobres e abandonadas.

“O padre religioso segue o carisma próprio da sua missão. O Missionário Redentorista é chamado a atuar em lugares mais abandonados, nas missões populares, tem os padres que atuam em hospitais, na educação. Então, há diversos setores diferentes onde o religioso atua”, pontua o padre.

Ambos são importantes para a Igreja e não há diferença no que se refere à questão sacerdotal, mas sim quanto à origem do sacerdócio. O padre diocesano reside na paróquia em que trabalha ou em algum lugar determinado pelo bispo. Já o religioso deve seguir uma vida comum e fraterna com outros membros da congregação, seja em mosteiros, convento ou paróquia.

“Os dois devem ter uma espiritualização bastante forte, alimentar-se da Palavra de Deus e uma disponibilidade para acolher o povo, para incentivar e motivar as pessoas a buscarem o caminho de Deus até chegarem à plenitude na eternidade”, conclui Pe. Domingos.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno