Catequese Bom Pastor: encontro pessoal da criança com Jesus

Coordenadora da Catequese Bom Pastor em Goiás, Tânia Maria Braz, explica como funciona esse trabalho

Você já ouviu falar sobre a Catequese do Bom Pastor? Ela foi criada em 1954, em Roma, pela Doutora em Ciências Religiosas, Sofia Cavalletti, contando com a colaboração de Gianna Gobbi, perita montessoriana. Rapidamente, ela se difundiu pelo mundo, alcançando vários países, como Brasil, Estados Unidos, México, Canadá, Argentina, entre outros. A metodologia adotada promove o encontro pessoal da criança com Jesus, por meio do trabalho e da oração, a partir dos 3 anos de idade.

A catequese é cristocêntrica, anuncia quem é Cristo, o que Ele disse, e o que Ele é. Portanto, está voltada ao Novo Testamento, vida, morte e ressurreição de Cristo. O intuito é buscar a simplicidade e o lado contemplativo das crianças, considerando as necessidades de cada faixa etária. Cada anúncio leva a um momento de oração e contemplação do mistério apresentado.

A Catequese do Bom Pastor chegou ao Brasil há 20 anos e, na Arquidiocese de Goiânia, está desde 2017. Em reportagem da TV Pai Eterno, a catequista e coordenadora da Catequese Bom Pastor em Goiás, Tânia Maria Braz, explicou como é realizado esse trabalho.

Confira na reportagem abaixo:


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno