Ajudar o próximo

Iniciativas marcam a celebração do 107º Dia Mundial do Migrante e Refugiado

Papa reforça o convite a não pensarmos nos migrantes e nos refugiados como os “outros”, mas trabalhar na construção do “nós cada vez maior”

Muitas iniciativas na Igreja no Brasil marcam a celebração do 107º Dia Mundial do Migrante e Refugiado, comemorado no próximo dia 26 de setembro. Algumas capitaneadas pela Rede Clamor Brasil, como a live no próximo dia 24/09, às 19h30, com o tema: “A Igreja Católica em São Paulo, em defesa dos direitos do migrante e refugiado – rumo a um nós cada vez maior”, e a missa no domingo, 26 de setembro, ao 12h. 

Haverá também uma celebração eucarística na Basílica de Aparecida (SP), no próximo dia 26 de setembro, às 8h. O Instituto Migrações e Direitos Humanos lança em suas redes sociais, na quinta, 23/09, um vídeo, especialmente produzido para a semana que aborda a solidariedade, como caminho para enfrentamento às dificuldades dos migrantes e refugiados. 

Outra ação também importante é a 2ª Campanha para o Dia Mundial do Migrante e Refugiado. Com o tema, “Eu não, nós”, a ação é uma iniciativa das irmãs Scalabrinianas, em favor da acolhida compassiva às pessoas em situação de migração e refúgio, para celebrar a diversidade, como bem necessário à paz e à fraternidade. 

O tema é inspirado na Mensagem do Papa Francisco, intitulada “Rumo a um nós cada vez maior” e na sua Encíclica “Fratelli Tutti”, que denuncia a tendência crescente do egoísmo, justificado pela necessidade de autoproteção em tempos de pandemia, e em meio a outras crises que ameaçam a sociedade contemporânea. 

Segundo a diretora do Instituto Migrações e Direitos Humanos, a irmã Rosita Milesi, em vídeo divulgado por ocasião da celebração 107º Dia Mundial do Migrante e Refugiado, é possível transformar as fronteiras em lugares privilegiados de encontros, onde possa crescer, cada vez mais, um nós amplo e fraterno, do tamanho da humanidade. 

Mensagem do Papa Francisco 

Nesse sentido, por ocasião do 107º Dia Mundial do Migrante e Refugiado, o Papa reforça o convite, a não pensarmos nos migrantes e nos refugiados como os “outros”, mas trabalhar na construção do “nós cada vez maior”, e apontar caminhos comuns. Unidos em um único abraço na diversidade de seres humanos, devemos cuidar da Casa Comum como nosso habitat natural, que nos faz todos irmãos e irmãs. A programação prevê atividades online devido à pandemia. Possíveis atividades presenciais devem obedecer às normas sanitárias anti-Covid-19. 

Fonte: CNBB

Conheça o vídeo da campanha:


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno