Especial

Morre Irmão José Alves

Natural da Paraíba, ele se mudou para Trindade (GO) para acompanhar a irmã em tratamento na Vila São Cottolengo. Desde então, dedicou sua vida religiosa ao Pai Eterno

A Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) e a Congregação do Santíssimo Redentor lamenta o falecimento do Irmão José Alves, vítima de complicações da Covid-19. Nascido em 1930 e natural da Paraíba, ele dedicou sua vida à servir ao Pai Eterno após receber o chamado do Espírito Santo para conhecer Aparecida (SP). Desde então, se interessou pela vida religiosa e cumpriu seu noviciado em Pindamonhangaba. Por conta de enfermidades na família, ele veio para Trindade (GO) para conhecer a Vila São Cottolengo, onde sua irmã morou por anos para tratamento. Para ficar mais perto dela, Ir. José se mudou para a Capital da Fé de Goiás e assumiu a função de cuidar da chácara da Paróquia.

Muito querido na cidade e na Congregação, Ir. José já foi o responsável por visitar as escolas de Trindade levando o Medalhão original do Divino Pai Eterno. E todos os anos, ele também levava a Imagem do Divino Pai Eterno até Sacramento (MG).

Que o Divino Pai Eterno o acolha com amor e paz!

“In manus tuas, Domine, commendo spiritum meum” (Lc 23, 46)

NOTAS DE FALECIMENTO

É com muito pesar que, em nome do Pe. André Ricardo, comunicamos o falecimento do Ir. José Alves de Almeida, nosso irmão religioso nonagenário. Em decorrência da contaminação da COVID-19, ele não resistiu às consequências de outras intercorrências de saúde.
Que o Pai Eterno, a quem tanto serviu e amou nesse mundo, o receba em Sua infinita misericórdia.
Pedimos que todos os confrades ofereçam missas em sufrágio de sua alma assim como piedosas orações com este pensamento.

Consternado,

Pe. Bráulio Maria Pereira, CSsR
Secretário Provincial

Irmão José fica eternizado como o israelita fiel. É o tipo de personalidade que a Escritura Sagrada chama de “pedra angular”; os clássicos denominam de “coluna” e nós o conhecemos como “esteio”… e José foi o esteio de “aroeira do Sertão”. Resistente física, integível, espiritual e emocionalmente. É um “Víto Curzio” que resistiu com sabedoria a virada e o pós Concílio. Homem bom; figura ímpar; redentorista forte integralmente.
Ir. José, exemplo de redentorista, rogai por nós!

Ir. José Mauro Maciel, C.Ss.R.

Nosso querido Irmão José Alves sintetizou bem a proposta da vida missionária redentorista:
– foi um homem de oração totalmente dedicado às coisas de Deus com suas devoções e missa diária;
– foi um homem da fraternidade, sendo irmão de fato entre os confrades;
– foi um homem da missão no sentido mais amplo e profundo, pois realizava cada tarefa por causa do Reino anunciado por Jesus.

Que seu exemplo de reza e trabalho inspire nossos dias na Congregação. E que o Senhor o acolha no convívio dos Santos. Amém.

Ir. Marcos Vinicius, C.Ss.R.

 

Fonte: Afipe

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno