Redentoristas

Celebremos a memória do Venerável Pe. Pelágio Sauter

Com sua missão, ele converteu muitas vidas, tocou muitos corações e ajudou milhares de pessoas

Neste mês de novembro, é celebrado o Aniversário de Morte do Venerável Pe. Pelágio Sauter. A data serve para relembrar a trajetória de vida sagrada a serviço dos mais necessitados e refletir sobre sua importância para a Igreja Católica, para a Congregação Redentorista e para o Estado de Goiás.

Ele chegou ao Brasil em 1909 com a grande missão de evangelizar. Com o passar dos anos, passou a se conhecido e querido, principalmente por não medir esforços para atender às pessoas que o chamavam. Com sua missão, ele converteu muitas vidas, tocou muitos corações, ajudou milhares de pessoas e deixou grandes ensinamentos sobre fé, amor ao próximo e caridade.

O Missionário Redentorista Diácono Kevyn Freitas Santos é formador no Seminário Padre Pelágio, em Trindade (GO), e fala sobre a vida do Apóstolo de Goiás. Confira:

– Padre Pelágio Sauter é conhecido como o Apóstolo de Goiás, sendo que ele nasceu na Alemanha. O que lhe garantiu esse título?

Foi, justamente, por ele seguir Jesus, onde quer que ele estivesse. Ele se dedicou inteiramente à missão que lhe foi confiado.

– Sabemos que Pe. Pelágio teve uma atuação intensa em Trindade. Qual a prioridade da sua missão aqui?

A principal missão era ir onde as pessoas mais necessitavam de seu acolhimento e amor. Pe. Pelágio nunca negava atendimento à pessoa que necessitava dele. Sempre tinha alguma coisa para dar aos pobres, como ele mesmo dizia. Ele foi conhecido por ir até às pessoas, não medindo os esforços, pois é missão da igreja, ir até o povo de Deus, onde quer que esteja. Ele teve muitas dificuldades de adaptação, a primeira delas foi aprender a língua portuguesa, e, depois, os problemas que precisava lidar no dia a dia. Pe. Pelágio usava como veículo, uma Mula, por sua força física e capacidade de enfrentar grandes distâncias para ir às suas desobrigas.

– Qual a importância do Pe. Pelágio para a difusão da devoção ao Divino Pai Eterno?

Ele evangelizou em nome de Deus. Onde quer que ele fosse, não fazia apenas uma visita, mas, sobretudo, catequisava. Ele era um catequista por excelência, falava da fé e explicava o que é o Pai Eterno.

– Qual fase do processo de canonização se encontra o processo do Pe. Pelágio?

Atualmente, ele está como Venerável. Falta apenas um milagre comprovado, para que ele possa ser beatificado. E, depois, mais um milagre, para que ele possa ser elevado aos altares como santo.

– Como o Pe. Pelágio era visto pelos devotos?

Com muito amor. Inclusive muitos que acompanharam Pe. Pelágio ainda vivem. Eu, por exemplo, tenho amor por Pe. Pelágio, pela história que minha família conta. Mesmo quem não o conheceu, ele cativa pela própria história de vida. Pois, ele saiu do seu país e se embrenhou em uma missão, sem saber como seria e nunca mais voltou para sua pátria, adotando o Brasil como lar. Então, ele foi esse missionário itinerante, que soube ouvir seu chamado vocacional na missão redentorista, que é deixar tudo para ganhar tudo. Ele é o testemunho de entrega total ao reino de Deus.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.
1 Cometários
  • Helena de Souza
    25/11/2021 - 08:54:01

    Tenho uma netinha de um ano que tem Síndrome de Down e e nasceu com uma cardiopatia que, segundo a medicina só poderá ser revertida através de cirurgia.
    Sempre peço ao Pe Pelágio que a cure sem precisar da cirurgia, rezo sua novena e acredito fielmente que ele fará esse milagre.
    Porque eu creio, assim será! Amém.

  • TV Pai Eterno

    MATÉRIAS RELACIONADAS



    Faça parte desta família

    Baixe o aplicativo Pai Eterno


    Google Play
    App Store
    © Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno