Santuário

Igreja Católica celebra os Santos Inocentes

Data recorda o massacre de centenas de meninos com até dois anos de idade, assassinados por Herodes após o nascimento de Jesus Cristo

Nesta terça-feira (28/12), a Igreja Católica celebra os Santos Inocentes. Uma data para recordar o momento triste do massacre de centenas de meninos com até dois anos de idades, assassinados por Herodes após o nascimento de Jesus Cristo, visando tirar do seu caminho tudo que pudesse colocar em risco a segurança de seu reino.

A celebração é uma tradição da Igreja Católica instituída pelo Papa São Pio V, com o intuito de ajudar os católicos a viverem com mais profundidade o tempo da Oitava de Natal. Segundo o Missionário Redentorista Pe. Carlos de Oliveira, o Massacre dos Inocentes é o cumprimento de uma das mais antigas profecias, revelada pelo profeta Jeremias de que Raquel choraria a morte de seus filhos quando o Filho de Deus nascesse.

Para a Igreja Católica, é dia de rememorar estes pequeninos que deram suas vidas e se tornaram os “santos inocentes” venerados pelo Povo de Deus. “Eles tiveram suas vidas tiradas sem nem mesmo poderem confessar sua crença em Jesus”, destaca Pe. Carlos.

A liturgia no Dia dos Santos Inocentes ensina que, apesar da dor, o amor sempre vence, pois Deus é amor. Além disso, a liturgia nos convida a perceber quantos inocentes são perseguidos nos dias de hoje, principalmente as crianças vítimas do descaso, da fome, dos abusos, do aborto e de maus tratos.

“Todos nós sabemos que a fé tem a ver com a liturgia, com a vida vivida, e Deus é quem nos dá a vida. Então, a morte brutal dos inocentes em um ato terrível encontra solução no Pai Eterno. Hoje, esses inocentes gozam a glória de Deus do Céu. Que nossa fé se levante para a defesa da vida em todas as situações”, finaliza o religioso.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno