Redentoristas

Papa Francisco proclama dez novos santos: “Servir e dar a vida”

“A santidade não é feita de alguns atos heroicos, mas de muito amor diário”, ressalta Santo Padre

O Papa Francisco proclamou dez novos santos da Igreja Católica neste domingo (15/05), entre os quais o francês Charles de Foucauld. Foi uma festa na praça de São Pedro, no Vaticano, da qual participaram milhares de pessoas e autoridades civis e eclesiásticas.

Em sua homilia, o Santo Padre disse que todos são chamados a “servir o Evangelho e nossos irmãos e irmãs e oferecer nossa própria vida desinteressadamente, sem buscar nenhuma glória mundana”. O Papa destacou, ainda, a importância do amor, que consiste em “servir e dar a vida” e disse que “servir significa não colocar os próprios interesses em primeiro lugar, desintoxicar-se dos venenos da ganância e da competição, combater o câncer da indiferença e a podridão da autorreferencialidade, compartilhando os carismas e dons que Deus nos deu”.

“Perguntemo-nos, concretamente: o que estou fazendo pelos outros? Isso é amor, vivamos as coisas ordinárias de cada dia com espírito de serviço, com amor e em silêncio, sem reivindicar nada”, disse o Papa. Em seguida, Francisco disse que dar a vida “não é apenas oferecer algo, como dar alguns de seus bens aos outros, mas dar a si mesmo” e encorajou “tocar e olhar a carne de Cristo que sofre em nossos irmãos e irmãs e irmãs, é muito importante”.

“A santidade não é feita de alguns atos heroicos, mas de muito amor diário. Você é consagrado ou consagrado? Há muitos aqui. Você é consagrado ou consagrado? Seja santo vivendo com alegria a sua dedicação. Está casado? Seja santo amando e cuidando de seu marido ou de sua esposa, como Cristo fez com a Igreja. Você é uma trabalhadora, uma mulher trabalhadora? Sê santo cumprindo com honra e competência o teu trabalho a serviço dos teus irmãos e lutando pela justiça dos teus colegas, para que não percam o emprego, para que tenham sempre um salário justo. Você é pai, avó ou avô? Seja santo ensinando pacientemente as crianças a seguirem a Jesus”.

Ao final da missa, o Papa liderou a recitação do Regina Coeli. Em seguida, ele cumprimentou pessoalmente muitas das pessoas que estavam no átrio próximo ao altar e percorreu os corredores da Praça de São Pedro com o papamóvel.

Confira, abaixo, os novos santos:

Charles de Foucauld, sacerdote diocesano francês, fundador de dez congregações religiosas e oito associações de vida espiritual que surgiram de seu testemunho e carisma.

Tito Bradsma nasceu na Holanda em 1881, entrou na ordem dos frades carmelitas e foi ordenado sacerdote em 1905. Brandsma foi morto no campo de concentração de Dauchau, Alemanha, por se opor ao regime nazista.

Lázaro Devasahayam, leigo, mártir, que nasceu no século XVIII na aldeia de Nattalam, Índia, e foi morto, por ódio à fé, em Aralvaimozhy, também na Índia.

César de Bus, sacerdote, fundador da Congregação dos Padres da Doutrina Cristã (Doctrinaires), que nasceu em 3 de fevereiro de 1544 em Cavaillon, França, e morreu em 15 de abril de 1607 em Avignon, França.

Luigi Maria Palazzolo, sacerdote, fundador do Instituto das Irmãs dos Pobres (Instituto Palazzolo).

Giustino Maria Russolillo, sacerdote, fundador da Sociedade das Divinas Vocações e da Congregação das Irmãs das Divinas Vocações.

Marie Rivier religiosa francesa fundadora da Congregação das Irmãs da Apresentação de Maria.

Maria Francesca di Gesù, nascida Anna Maria Rubatto, fundadora das Irmãs Capuchinhas Terciárias de Loano, nascida em Carmagnola, Itália, e morta em Montevidéu, Uruguai.

Maria de Jesus Santocanale é a fundadora da Congregação das Irmãs Capuchinhas da Imaculada de Lourdes. Nasceu em 1852 em Palermo, Itália, e morreu em 1923 em Cinisi, Itália.

Maria Domenica Mantovani, cofundadora e primeira superiora geral do Instituto das Irmãzinhas da Sagrada Família.

Fonte: ACI Digital


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno