Especial

Amor e serviço aos mais vulneráveis no carisma Redentorista

Além da espiritualidade, atuam com gestos concretos

A capacidade de acolher o amor na existência humana é um dom que provém do grande amor de Deus. Um sentimento inspirado no Evangelho das bem-aventuranças e no exemplo de Jesus com a sua constante atenção aos mais vulneráveis. O Senhor disse em Mateus 25,40: “Todas as vezes que fizerdes isto a um só destes irmãos mais pequeninos, a Mim o fizestes”.

Nesse contexto, o amor e serviço aos mais vulneráveis está intrínseco no carisma redentorista. E se manifesta na ação contra a pobreza material e contra as numerosas formas de pobreza cultural, moral e religiosa. Pois “unindo a força de todos os missionários, a nossa missão é passar a palavra do senhor aos irmãos. A nossa missão é revelar Jesus Cristo para todos aqueles que buscam ajuda e amor”, disse o reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, padre Marco Aurélio Martins.

Papa Francisco convida a todos a olharem para os mais necessitados. Segundo o Santo Padre, São Francisco de Assis deu um importante testemunho, não só realizou a restauração da capela de São Damião, mas também contribuiu para restaurar a Igreja do seu tempo. Especificamente, ele o fez com o amor que tinha pelos pobres e com seu modo de vida austero. Com os valores do trabalho e da pobreza, que implicam total confiança em Deus e não nas coisas.

Para o Santo Padre, um remédio para combater a doença da miséria é o trabalho e o amor pelos pobres. “Todos devem estar mais atentos aos princípios éticos e não se esqueçam que a atividade do ser humano está ao serviço do próximo, não apenas de alguns, mas de todos, especialmente os pobres”.

De acordo com a fala do Papa, os Missionários Redentoristas foram tocados pelo amor do Pai Eterno e procuram levar a Boa-Nova ao mundo. Eles vivem em comunidades e com o auxílio de estudos, convívios, atividades e reflexões proclamam o amor de Deus e anunciam a Palavra do Pai para alimentar os corações e dar sentido à vida.

Nas ações concretas, os Redentoristas mantêm Centros Sociais que ajudam milhares de famílias ao atender crianças no contra turno escolar. Além de administrar a Vila São José Bento Cottolengo, a instituição é o maior hospital filantrópico do Centro-Oeste, prestando cuidados diários a mais de 300 internos com múltiplas deficiências.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno