São Camilo de Léllis

Camilo nasceu no dia 25 de maio de 1550, na pequena Bucchianico, em Chieti, no sul da Itália. Cresceu e viveu ao lado da mãe que o educou. Camilo não gostava de estudar e era rebelde. Tinha dezenove anos de idade quando o pai morreu e deixou-lhe como herança apenas o punhal e a espada. Sabendo que o mosteiro dos capuchinhos estava sendo construído, ofereceu-se como ajudante de pedreiro e foi aceito. O contato com os franciscanos foi fundamental para sua conversão. Estava com vinte e cinco anos de idade, largou o jogo e pediu para ingressar na Ordem dos Franciscanos. Não conseguiu, por causa de sua ferida no pé. Mas os franciscanos o ajudaram a ser novamente internado no hospital de São Tiago, o qual, passados quatro anos, estava sob a sua direção. Camilo, já tocado pela graça, dessa vez, além de tratar a eterna ferida, passou a cuidar dos outros enfermos, como voluntário. Neles, Camilo viu o próprio Cristo e por eles passou a viver. Em 1584, sob a orientação do amigo e santo, padre Filipe Néri, constituiu uma irmandade de voluntários para cuidar dos doentes, a futura Ordem dos Ministros dos Enfermos (Camilianos). Ainda com a ajuda de Filipe Néri, estudou e vestiu o hábito negro com a cruz vermelha de sua própria Ordem, pois, em 1591, ela recebeu a aprovação do Vaticano. Camilo era um homem muito querido em toda a Itália. Morreu em 14 de julho de 1614, e foi canonizado em 1746.

 

Santos de Setembro

Ver todos

TV Pai Eterno

Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno